Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Com dois gols de pênalti, Bahia faz 3 a 1 no Santos e sonha com Libertadores

(Foto: Divulgação/ Bahia)  - Bahia faz 3 a 1 no Santos e sonha com Libertadores
(Foto: Divulgação/ Bahia)

Os resultados desta 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro ajudaram e o Bahia, de ameaçado pelo rebaixamento há cerca de um mês, sonha com uma vaga na Copa Libertadores de 2018. Nesta quinta-feira, com o apoio de seu torcedor na Arena Fonte Nova, em Salvador, o time baiano derrotou de virada o Santos por 3 a 1 e se aproximou do trio carioca - Botafogo, Flamengo e Vasco, que tropeçaram - na luta por uma vaga na competição continental.

Agora com 49 pontos, o Bahia está na nona colocação. Tem dois pontos a menos que o Botafogo, em sexto lugar, e um atrás de Flamengo e Vasco, sétimo e oitavo respectivamente. Neste momento, o Brasileirão classifica à Libertadores até a sétima posição, mas pode dar vaga até o nono colocado se o Grêmio ganhar a Libertadores e o próprio Flamengo vencer a Copa Sul-Americanaa.

O Santos está um pouco acima na tabela de classificação - em quatro lugar, com 56 pontos -, mas a situação não é tão tranquila quanto parece. O time perdeu pela terceira vez seguida no Brasileirão (antes as derrotas foram para Vasco e Chapecoense). Por sorte, os seus concorrentes não ganharam nas últimas rodadas e o time ainda está na faixa de classificação direta à fase de grupos da Libertadores.

Desde a chegada do técnico Paulo César Carpegiani, o Bahia só cresce no Brasileirão. Em nove jogos, são seis vitórias - inclusive sobre o já campeão Corinthians - e apenas uma derrota. Em campo, o time mostra organização tática e mesmo saindo atrás no placar - Bruno Henrique marcou para o Santos, aos 16 minutos do primeiro tempo -, teve calma para obter o empate pouco tempo depois, aos 22, em uma cobrança de pênalti bem batida pelo atacante colombiano Mendoza.

Na segunda etapa, o Bahia foi letal nos contra-ataques. Deu trabalho para o goleiro Vanderlei e fez o gol da virada ao nove minutos com um gol contra do volante Alison, após rápida jogada de Mendoza e o meia Zé Rafael. O 2 a 1 a favor fez muito bem aos baianos e deixou o Santos perdido em campo. O técnico interino Elano mexeu no ataque, mas nada que funcionasse contra a sólida defesa baiana.

Para piorar a situação do Santos, faltava o gol do artilheiro do Bahia. Em grande fase, o centroavante Edigar Junio fez o seu 10.º gol em nove partidas ao bater com perfeição um pênalti, aos 33 minutos, no canto esquerdo de Vanderlei.

No final de semana, os dois times jogarão neste domingo pela 36.ª rodada. O Bahia jogará contra o Sport, às 17 horas (de Brasília), no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. O Santos volta para casa e encara o Grêmio, às 19 horas, no estádio da Vila Belmiro, em Santos.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 3 x 1 SANTOS

BAHIA - Jean; Eduardo (Éder), Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Juninho (Edson), Renê Junior, Zé Rafael e Allione (Régis); Mendoza e Edigar Junio. Técnico: Paulo César Carpegiani.

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz (Luiz Felipe) e Jean Mota; Alison, Renato (Yuri Alberto) e Lucas Lima; Bruno Henrique, Arthur Gomes (Vladimir Hernández) e Ricardo Oliveira. Técnico: Elano (interino).

GOLS - Bruno Henrique, aos 16, e Mendoza (pênalti), aos 22 minutos do primeiro tempo; Alison (contra), aos 9, e Edigar Junio (pênalti), aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Éder, Tiago e Renê Junior (Bahia); Lucas Lima e Jean Mota (Santos).

ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (Fifa/SC).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 23.185 pagantes.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo