Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Construtora garante 'bom gramado' para os próximos jogos do Palmeiras

Os jogadores do Palmeiras vão encontrar um gramado em melhores condições na partida contra o Internacional, neste domingo, pela 34ª rodada do Brasileirão. Quem garante é a WTorre, administradora do Allianz Parque e responsável pela manutenção do gramado.

"O gramado vai estar bem melhor. Não estará excelente e lindíssimo. Estará um bom gramado. Está mais firme na raiz e mais denso", afirma Alexandre Costa, gerente geral do Allianz Parque.

Em termos didáticos, Costa faz uma comparação da evolução nos últimos dias. A grama que foi alvo de críticas dos jogadores do Palmeiras após os jogos contra Grêmio e Sport merece nota 5 da administradora. Agora, às vésperas do jogo decisivo, a empresa atribui nota 7 ao palco.

Além da fertilização e da iluminação artificial, a empresa fez o transplante dos trechos mais danificados. Cerca de 500 metros quadrados, área que equivale a cerca de 5% da área total, foi trazida de um viveiro em São José dos Campos.

Na área central do estádio, a nova grama foi facilmente identificável na visita que a reportagem do jornal O Estado de S.Paulo fez à arena nesta quinta-feira. O torcedor vai perceber cores diferentes. "A bola vai rolar da mesma forma nos dois tipos de grama", garante Alexandre Costa, gerente geral do Allianz Parque.

Na visão dos administradores, o piso estará nivelado, uniforme e não vai trazer diferenças na hora em que os jogadores pisarem ou que a bola rolar. Por outro lado, o transplante não elimina totalmente os riscos de que se soltem tufos de grama, como ocorreu na partida contra o Sport. "Não sabemos como ele (o gramado) vai reagir no jogo. Nós achamos que vai levantar menos tufos. Mas existe o risco por causa da transição da grama."

Transição da grama é o termo técnico para o período da troca da grama de inverno para verão. As duas coexistem, estão juntas, mas estão mais frágeis já que uma está crescendo e a outra está morrendo. O outro fator que prejudicou o gramado foi a agenda de shows. Foram dois do cantor Andrea Bocelli e outro da banda Aerosmith no mês de outubro.

A empresa investe anualmente R$ 1,3 milhão apenas na manutenção. Segundo os administradores, o Allianz Parque é a arena com gramado natural que mais recebe shows no mundo. Em 2016, foram 10 apresentações. O Met Life Stadium, em Nova Jersey, é o segundo colocado no ranking mundial, com oito, mas conta com gramado sintético.

A qualidade do piso é importante por causa do estilo de jogo do Palmeiras, um time que gosta de tocar a bola e construir as jogadas a partir da movimentação dos atletas. A irregularidade prejudica a troca de passes e a fluidez da partida.

Os administradores rebatem as críticas da diretoria do Palmeiras, que pediram "carinho" à arena. O presidente Paulo Nobre afirmou que o estado do gramado era uma "falta de respeito". "Não podem colocar em questão o profissionalismo, a atenção e o cuidado com o gramado", diz Alexandre Costa.

"Nós estamos juntos. Para o negócio, é ótimo que o Palmeiras conquiste o título. Mas só um time de futebol não sustenta um negócio desses. Os shows, sozinhos, também não. É preciso essa conjugação", diz.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo