Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
22.4ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Arrascaeta brilha, Uruguai vence Gana, mas está eliminado da Copa

Redação

Redação

O Uruguai está fora da Copa do Mundo. Nesta sexta-feira (2), a Celeste venceu Gana por 2 a 0, mas foi eliminada do Mundial porque a Coreia do Sul bateu Portugal. Arrascaeta, que estreou entre os titulares, marcou os dois gols da vitória uruguaia.

Foto: HEULER ANDREY/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

Com o resultado, a seleção lusitana ficou na primeira colocação da chave, com seis pontos. Já os sul-coreanos ficaram na segunda colocação, com quatro, mesma pontuação do Uruguai, porém com saldo de gols superior. Gana terminou na lanterna, com três.

O jogo

A seleção uruguaia iniciou a última rodada da fase de grupos precisando de uma combinação de resultados para avançar às oitavas de final da Copa. Além de vencer Gana, a Celeste tinha de torcer por um tropeço da Coreia do Sul, que foi a campo diante de Portugal.

Como a vitória era imprescindível, o técnico Diego Alonso não teve outra opção a não ser atacar. O craque do Flamengo Arrascaeta começou entre os titulares, assim como o veterano atacante Suárez, que havia iniciado no banco de reservas na derrota contra Portugal.

A formação mais ofensiva surtiu efeito, mas Gana foi quem teve a primeira grande chance do jogo. Aos 15 minutos, Kudus dividiu com o goleiro Rochet e ficou caído dentro da área. A princípio, foi marcado impedimento, mas o VAR alertou o árbitro sobre um possível pênalti. O lance foi revisado no monitor, e a penalidade foi confirmada. André Ayew foi para a cobrança, e Rochet salvou o Uruguai, em uma amarga lembrança da Copa de 2010 para os ganeses.

O pênalti perdido afetou o esquadrão africano, que se desencontrou em campo. Já os uruguaios aproveitaram o baque e foram para cima. Aos 25, Arrascaeta abriu o placar e, aos 30, o meia do Flamengo ampliou.

Com a vantagem confortável no marcador, o Uruguai recuou as linhas no segundo tempo, na tentativa de surpreender Gana no contra-ataque. Do outro lado, a seleção africana tinha a posse de bola, mas não encontrava espaços na compacta defesa sul-americana.

Mas o Uruguai teve de sair de sua zona de conforto porque, no outro jogo, a Coreia do Sul venceu Portugal. Neste cenário, a Celeste precisava de mais um gol para se classificar. Sem alternativas, a equipe de Diego Alonso teve novamente de se lançar ao ataque, mas o gol não saiu. O placar seguiu inalterado, e a Celeste se despediu da Copa do Catar.  

Informações do SBT Sports

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia