Costa Rica vence a Nova Zelândia e garante última vaga na Copa do Mundo

(Reuters) – A seleção da Costa Rica conquistou a última vaga na Copa do Mundo do Catar, nesta terça-feira, ao vencer a Nova Zelândia por 1 x 0 com um gol de Joel Campbell na repescagem intercontinental.

O país da América Central irá para sua terceira Copa do Mundo consecutiva, onde estará no Grupo E ao lado da Espanha, Alemanha e Japão.

O time treinado pelo colombiano Luis Fernando Suárez marcou o gol da vitória logo aos três minutos de jogo através de Campbell, que finalizou um cruzamento de Jewison Bennette no flanco esquerdo após um arremesso lateral, para alegria dos torcedores da Costa Rica no Estádio Ahmad bin Ali, em Al Rayyan, no Catar.

A Nova Zelândia respondeu aos 11 minutos, quando Alex Greive foi deixado sem marcação dentro da área, mas seu chute saiu à direita da trave de Keylor Navas.

Os representantes da Oceania continuaram pressionando com cruzamentos de ambos os flancos para aproveitar o jogo aéreo, colocando a defesa da Costa Rica em apuros.

A Nova Zelândia chegou a empatar aos 39 minutos, quando Chris Wood aproveitou um erro defensivo para finalizar um cruzamento de Matthew Garbett, mas o árbitro anulou o gol após rever a jogada no VAR e perceber que Garbett havia cometido falta em Óscar Duarte para roubar a bola e fazer o cruzamento.

Aos poucos, a equipe da Concacaf recuperou o controle da partida, e a situação da Nova Zelândia ficou ainda mais complicada aos 24 minutos do segundo tempo, quando o árbitro expulsou Kosta Barbarouses por falta em Francisco Calvo.

Apesar do homem a menos, a equipe neozelandesa parecia mais perigosa e ameaçou algumas vezes o gol de Navas, que salvou sua seleção.

A Costa Rica chegou à repescagem depois de terminar em quarto lugar nas eliminatórias da Concacaf, atrás de Canadá, México e Estados Unidos, que se classificaram diretamente para o Mundial. A Nova Zelândia chegou à repescagem ao vencer as eliminatórias da Oceania.