Radar da seleção: Rodrygo acompanha Vini e ganha força na briga por vaga na Copa

São Paulo – Assistir a jogos do Real Madrid tem sido motivo de empolgação para o torcedor brasileiro mais ansioso pela chegada da Copa do Mundo, pois Vinícius Júnior e Rodrygo estão se mostrando cada vez mais maduros e prontos para a seleção. Presentes na lista de convocados divulgada por Tite na última sexta-feira, para a última Data Fifa antes da Copa, os jovens atacantes se destacaram na goleada por 4 a 1 sobre o Mallorca, no Campeonato Espanhol.

Rodrygo não é titular absoluto do Real em razão da forte concorrência no ataque, mas mostrou que tem condições de buscar isso num futuro próximo, até porque pode jogar pelos dois lados. Neste final de semana, começou jogando e fez bonito. Após dar a assistência para o gol marcado por Vini Jr. em uma jogada de velocidade, anotou um golaço ao aplicar um lindo drible na entrada da área, antes de se livrar de outro marcador mais para frente e chutar para o gol.

A dupla brasileira empolgou a imprensa espanhola. O jornal Marca publicou um texto com o título “Se Dembelé é Neymar, Rodrygo e Vinícius são Pelé”, em referência a uma declaração do técnico Xavi, do Barcelona, que comparou o francês ao astro do Paris Saint-Germain em entrevista recente.

“O Real Madrid diverte-se no jogo alegre de Vini e Rodrygo, que deu um recital no Bernabéu. Puro samba oferecido pelos dois contra o Mallorca, mostrando que neste momento são dois dos melhores futebolistas do mundo. Vini já foi na temporada passada, mas o crescimento de Rodrygo não fica muito atrás”, diz um trecho do texto.

MEIO E ATAQUE

O também citado Neymar foi outro jogador da seleção que balançou a rede no final de semana. Principal estrela do Brasil, o atacante marcou o único gol da vitória do PSG sobre o Brest e somou seu décimo gol em nove jogos pelo time parisiense nesta temporada. É o melhor início dele em termos de artilharia.

Outros jogadores de ataque que estão cotados para a Copa não foram a campo, caso de Roberto Firmino (Liverpool), Antony (Manchester United) e Richarlison (Tottenham), que jogam na Inglaterra, onde a rodada foi adiada por causa da morte da Rainha Elizabeth II. O mesmo vale para os goleiros Alisson (Liverpool) e Ederson (City), o zagueiro Thiago Silva (Chelsea) e quase todo o setor de meio de campo da convocação de sexta-feira: Bruno Guimarães (Newcastle), Casemiro (Manchester United), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United) e Lucas Paquetá (West Ham).

Da lista de meio-campistas divulgada por Tite, o único que foi a campo foi Everton Ribeiro, no empate por 1 a 1 com o Goiás. O experiente meia fez uma partida discreta e foi substituído cedo após jogar no sacrifício, conforme relatado por Dorival Júnior. De acordo com o treinador, Everton passou mal antes do jogo. Pedro, outro flamenguista convocado, não jogou.

No Campeonato Espanhol, o centroavante Matheus Cunha entrou no segundo tempo contra o Celta de Vigo e mostrou participação como sempre. Foi o responsável pela jogada que terminou em gol contra de Núñez para fechar a goleada por 4 a 1 do Atlético de Madrid. Em campo na vitória por 4 a 0 do Barcelona sobre o Cádiz, o atacante Raphinha participou da jogada de dois gols barcelonistas, mas foi substituído insatisfeito com a própria atuação, como foi possível ver no momento em que sentou no banco de reservas.

DEFESA

No Campeonato Italiano, o zagueiro Bremer, uma das principais novidades da convocação, apareceu bastante, para o bem e para o mal, durante o empate por 2 a 2 da Juventus com a Salernitana. Ele cometeu o pênalti que permitiu ao adversário marcar o segundo gol na partida, mas se redimiu marcando um gol, o seu primeiro com a camisa do time de Turim. O jogo também teve a presença dos laterais Danilo e Alex Sandro, que entraram apenas no segundo tempo.

Entre jogadores que ficaram fora da convocação, mas ainda sonham com a Copa, Daniel Alves, de 39 anos, teve um momento de brilho ao fazer o cruzamento que resultou em um gol de goleiro Pumas contra o Toluca no Campeonato Mexicano. O jogo terminou empatado por 2 a 2. Apesar de não ter aparecido na última lista, Dani não está fora dos planos. “Ele não se encontra em condições de estar conosco para estes dois jogos, mas, em se tratando da Copa do Mundo, ele pode voltar, sim”, disse o preparador físico da seleção, Fábio Mahseredjian, após Tite listar os convocados.

Por Estadão Conteúdo.