Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Corinthians tem quatro contratações que nem sequer foram a campo em 2016

Na temporada do desmanche e em que reformulou boa parte do elenco, o Corinthians investiu em quatro jogadores que sequer aproveitou. Enquanto Oswaldo de Oliveira procura soluções em meio a um grupo de 36 atletas, o goleiro Douglas, o lateral Moisés, o atacante Bruno Paulo e o centroavante Isaac não foram a campo por nem um minuto com a camisa corintiana em jogos oficiais.

Além do quarteto, mais dois jogadores adquiridos durante o Brasileirão também não emplacaram e devem deixar o clube ao fim desse ano, ambos por empréstimo. O investimento nos casos do volante Jean (R$ 400 mil) e do centroavante Gustavo (R$ 3 milhões) foram mais elevados em relação ao quarteto que não jogou. O primeiro atuou por apenas 12 minutos, já o segundo teve algumas oportunidades e não conseguiu balançar as redes.

ISAAC

Destaque da Copa São Paulo 2015 como centroavante do Botafogo-SP, ele foi artilheiro e vice-campeão. Inicialmente, o Corinthians o adquiriu por empréstimo até o fim de 2016 e o repassou ao Bragantino. Isaac não marcou nenhum gol por lá e acabou repassado para o sub-20 corintiano, em que também ficou um período curto antes de subir aos profissionais por atingir a idade limite para as divisões de base.

Entre os jogadores adultos do Corinthians, não conseguiu se sobressair. Apesar de muito esforçado, mostrou limitações técnicas e necessidade de ganhar rodagem por equipes menores. Participou da pré-temporada nos Estados Unidos, esteve no banco de reservas com Tite, Cristóvão Borges, Fábio Carille e Oswaldo de Oliveira, mas não ficou nenhum minuto em campo.

DOUGLAS

Goleiro de 27 anos ex-Bragantino, ele foi adquirido na reta final de 2015 diante da perspectiva de saída de Walter ou Cássio. O camisa 12 esteve prestes a ser vendido e fez com Douglas vislumbrasse a chance de jogar, mas o cancelamento do negócio com o Besiktas no começo desse ano dificultou as coisas. O arqueiro ainda foi emprestado ao Grêmio, não jogou, se machucou e acabou devolvido.

Para o próximo ano, o cenário se mantém e Douglas só deverá conseguir oportunidades com a provável saída de Cássio ou Walter. Ele tem contrato por mais duas temporadas e chegou ao clube a contragosto da comissão técnica de Tite, que preferia dar rodagem aos jovens Matheus Vidotto e Caíque.

MOISÉS

Contratado por indicação do ex-presidente Andrés Sanchez após defender o Madureira no Campeonato Carioca 2015, o ala Moisés, 21 anos, deixou impressão ruim dentro de campo em pré-temporada nos Estados Unidos. Com dois laterais esquerdos já no grupo, foi improvisado por Tite no meio e também se sentiu desconfortável fora de sua função.

Na volta da Flórida, Moisés foi emprestado para o Bahia e foi titular da equipe ao longo de quase todo o ano, com destaque. Como o clube considera grandes as chances de vender Guilherme Arana, ele voltará ao Parque São Jorge no início de 2017. Ainda tem um ano de contrato.

BRUNO PAULO

Apesar de ser reprovado em exames médicos por uma lesão no pé direito, Bruno foi contratado após um bom Paulistão com o Audax. Em outubro, quando estava prestes a estrear, um novo problema aconteceu: nova cirurgia para retirada de hérnia. Está novamente em condições físicas, mas não jogará na última rodada do Brasileirão.

Dessa forma, Bruno Paulo só deverá estrear na pré-temporada de 2017, mas terá enorme concorrência. No mesmo setor ocupado por ele, o mais numeroso do elenco, Oswaldo conta com Marquinhos Gabriel, Marlone, Romero, Giovanni Augusto, Léo Jabá e ainda deverá manter Rildo. Luidy. do CRB, foi outro jogador adquirido para a função.