Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Coritiba perde para o Bugre e segue sem vencer como visitante

Foto: Divulgação/Coritiba FC - Coritiba perde para o Bugre e segue sem vencer como visitante
Foto: Divulgação/Coritiba FC

Ainda com muita instabilidade na Série B do Campeonato Brasileiro, a continuidade do Coritiba no G4 da competição é interrompida pela falta de vitórias jogando como visitante. Em oito partidas até agora, são quatro derrotas e quatro empates. Na noite desta segunda-feira (9), o alviverde enfrentou o Guarani, no Brinco de Ouro, em Campinas, e amargou mais uma derrota, por 2 a 1. O Bugre saiu na frente com Pará, mas Guilherme Parede empatou na primeira etapa, mas no início do segundo tempo, Bruno Mendes garantiu a vitória paulista.

Com o resultado, o Coritiba segue com 23 pontos e deixou o G4. O Guarani chegou aos mesmos 23 pontos e aparece dentro do grupo de acesso, provisoriamente na terceira posição.

O jogo

Nem bem o árbitro apitou o início da partida e o Coritiba já tomou o gol. Logo aos três minutos, Pará cobrou falta com categoria, na entrada da área, sem chances para o goleiro Wilson.

O gol logo no início atrapalhou os planos do alviverde, que demorou para engrenar na partida e assustar a meta adversária.

O Guarani apareceu e exigiu boas defesas de Wilson, que evitou uma vantagem maior do Bugre.

Em uma das raras oportunidades na primeira etapa, brilhou a estrela de Guilherme Parede, artilheiro da equipe na competição e do ano. Aos 43 minutos, o atacante aproveitou o espaço na defesa do Guarani e cabeceou sem chances para Oliveira.

O empate foi um bom resultado para o Coxa na saída para o vestiário.

Na segunda etapa, outro vacilo do Coritiba, terminou em gol do Guarani. Logo aos dois minutos, em cobrança de escanteio, Bruno Mendes subiu para colocar o Bugre em vantagem novamente.

A melhor chance do Coritiba apareceu novamente com Parede. Aos 16 minutos, o atacante roubou a bola no meio, avançou e bateu forte, mas o goleiro bugrino se esticou todo para fazer uma bela defesa e evitar o gol de empate.

A partir daí o Guarani soube se defender bem e aproveitar os contra-ataques para assustar. O Coritiba já não mostrava forças para reverter a situação, nem com a entrada de Belusso.

 O resultado mostrou mais uma vez a fragilidade alviverde em jogar como visitante e não desempenhar o mesmo futebol apresentado no Couto Pereira.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo