Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Coritiba sai na frente, mas vê Borja marcar três vezes e eliminar o alviverde

Miguel Borja marcou três na partida e quatro gols em dois jogos contra o Coritiba. (Foto: Atlético Nacional) - Coritiba sai na frente, mas vê Borja marcar três vezes e é eliminado
Miguel Borja marcou três na partida e quatro gols em dois jogos contra o Coritiba. (Foto: Atlético Nacional)

Após sair ganhando no primeiro tempo, o Coritiba deixou a classificação para a semifinal da Copa Sul-Americana escapar na segunda etapa e deu adeus à competição internacional na noite desta quarta-feira (26), no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín, na Colômbia. Depois do empate em um a um no Couto Pereira, o time Alviverde ainda saiu ganhando, mas viu o atacante Miguel Borja marcar três vezes na segunda etapa e classificar o Atlético Nacional para a próxima fase.

Coritiba não fica recuado e é premiado com golaço

Não se intimidar era a palavra de ordem do treinador Paulo César Carpegiani ao time do Coritiba e funcionou, pelo menos no primeiro tempo. Enfrentando o atual campeão da Libertadores, fora de casa, o time Alviverde conseguiu suportar a pressão, contou com a sorte ainda foi premiado com um golaço de César Benítez no final do primeiro tempo.

Aos 43 minutos, em cobrança de falta de longa distância, o meia acertou um belo chute e colocou no ângulo de Armani, abrindo o marcador e colocando o Coritiba em vantagem na partida. Com o resultado da primeira etapa, o time coxa-branca ia garantindo a vaga na semifinal.

Borja aparece, marca três vezes e elimina o Coritiba

Se no primeiro tempo o Coritiba suportou a pressão, na segunda etapa não teve a mesma eficiência e tranquilidade. Logo aos seis minutos, após bola disputada na entrada da área, Borja aproveitou e bateu no canto direito, sem chances para o goleiro Wilson. 1 a 1.

O resultado ainda levava a partida para os pênaltis, mas não durou muito. Aos 14 minutos, o artilheiro colombiano fez um golaço. Depois da cobrança de escanteio da direita, Borja, de voleio, fez um belo gol e virou a partida. 2 a 1.

Precisando empatar, o Coritiba se abriu, mas aos 26 minutos, em um lance polêmico, o juiz viu um toque de bola no braço de Kazim dentro da área e marcou o pênalti. Na cobrança, Borja bateu forte, no ângulo, e fez o terceiro dele na partida e o terceiro do Atlético Nacional. 3 a 1.

Foi quarto gol do atacante em duas partidas contra o Alviverde e o oitavo gol contra times brasileiros na competição (São Paulo e Coritiba).

Com o resultado em mãos, o time de Medellín segurou a partida até o apito final e garantiu a classificação para a semifinal da Copa Sul-Americana. Para o Coritiba, resta a Série A do Campeonato Brasileiro, onde o time luta para se distanciar da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO NACIONAL 3 X 1 CORITIBA

Atlético Nacional: Armani; Mateus Uribe, Felipe Aguilar, Alexis Henríquez e Farid Díaz; Diego Arias, Alejandro Guerra (Elkin Blanco) e Macnelly Torres; Ibargüen (Jhon Mosquera), Miguel Borja (Rescaldani) e Berrío.
Técnico: Reinaldo Rueda

Coritiba: Wilson; Walisson Maia, Luccas Claro, Juninho e César Benítez; Amaral, Ruy (João Paulo) e César González (Kleber); Leandro, Iago e Kazim-Richards.
Técnico: Paulo César Carpegiani

Local: Estádio Anastasio Girardot, em Medellín/COL
Data: 26/10/2016
Hora: 21h45 (horário de Brasília)
Gols: César Benítez aos 43 minutos do 1º tempo para o Coritiba; Miguel Borja aos 06, aos 14 e aos 27 minutos para o Atlético Nacional.
Cartões amarelos: Ibargüen e Borja (Atlético Nacional) e Kléber (Coritiba).
Cartão vermelho: não houve.
Árbitro: Victor Carrilo (PER)
Assistentes: Jonny Bossio (PER) e Cotty Carrera (PER)