Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Diretor do Flu confirma cobrança do elenco por salários e diz: 'É legítima'

O diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni, confirmou nesta sexta-feira, em entrevista coletiva no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, que foi cobrado pelos jogadores sobre o atraso no pagamento dos salários. O dirigente disse que a cobrança é legítima e que entende a chateação dos atletas.

"A cobrança pelos atrasos é legítima. Não foi cobrança calorosa, foi uma abordagem, ouvi, respeitei e continuo respeitando. Não posso criar um monstro em cima disso. Há um atraso e a solicitação de pagamento, a chateação normal. Envolve clubes, jogadores, funcionários. Eu fiz com que a direção também entendesse e pronto. É uma cobrança legítima", afirmou.

Segundo o próprio Angioni, o clube deve dois meses de salários e também tem pendências de quatro a cinco meses no pagamento de direitos de imagem dos jogadores. O atacante Marcos Junior foi quem encabeçou o protesto dos jogadores pelo acerto dos salários. O valor total das pendências se aproxima dos R$ 9 milhões.

O cartola confirmou que estipulou um prazo para sanar as dívidas, mas não cumpriu esse prazo, o que causou o descontentamento da maior parte do elenco. "Em duas situações dissemos que havia uma possibilidade de prazo, mas que em função da burocracia da ação que está sendo realizada não se cumpriu. Isso provavelmente foi a causa da abordagem. Havia uma perspectiva. E virou uma data certa para eles", explicou.

Com os maus resultados recentes do time carioca, que não vence há quatro jogos no Campeonato Brasileiro e está mais perto da zona do rebaixamento do que do G6, foi cogitada a saída do técnico Marcelo Oliveira. Angioni, no entanto, desmentiu a demissão do treinador, que, segundo o diretor, cumprirá o seu contrato válido até o próximo dia 31 de dezembro. "Não tem essa possibilidade. Acreditamos muito no trabalho, continuamos acreditando e vamos acreditar até o final", enfatizou.

Além de ser responsável por quitar os salários dos atletas, Angioni tem a tarefa de renovar os contratos de jogadores importantes da equipe, como o zagueiro Gum e o lateral-direito Gilberto, e segurar alguns atletas que despertaram o interesse de outros times, caso do volante Richard, que vem sendo monitorado pelo Corinthians.

"Estamos tratando dentro das dificuldades financeiras do clube. Temos a intenção de manter os jogadores, tanto que já iniciamos as conversas", garantiu. "Nas especulações surgem vários nomes. É desconfortável para quem ainda está lutando por alguma coisa e tem seu jogador falado na mídia. Não há nada concreto, tá tudo muito parado", continuou.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo