Na véspera de jogo das Eliminatórias, jogador ucraniano pede paz

Por Simon Evans

GLASGOW, Escócia (Reuters) – O jogador ucraniano Oleksandr Zinchenko derramou lágrimas na véspera de um jogo crucial da sua seleção pelas eliminatórias da Copa do Mundo contra a Escócia, e disse que acima de tudo ele quer paz na sua terra natal.

A Ucrânia, devastada pela guerra desde a invasão da Rússia em fevereiro, enfrentará a Escócia no Hampden Park, em Glasgow, na quarta-feira e, se vencer esse jogo, terá pela frente a seleção de Gales, em Cardiff, no domingo, por um lugar na Copa do Mundo do Catar em novembro.

Mas Zinchenko, que defende o campeão inglês Manchester City, disse que a perspectiva de se classificar para o Mundial é secundária em relação à principal esperança dos seus compatriotas.

“Todo ucraniano quer uma única coisa — que essa guerra pare. Eu falei com pessoas de países diferentes, do mundo inteiro, e falei com crianças ucranianas que simplesmente não entendem o que está acontecendo na Ucrânia. Eles apenas querem que a guerra termine, eles têm um sonho, que a guerra pare”, disse.

“Em relação ao futebol, o time, nós temos nosso próprio sonho. Queremos ir à Copa do Mundo, queremos dar essas emoções incríveis aos ucranianos porque eles merecem muito neste momento”, afirmou.

A Ucrânia não disputa uma partida competitiva desde a invasão da Rússia, mas jogou três amistosos contra clubes e treinou na Eslovênia.