Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Em jogo movimentado, Vasco e Atlético-MG empatam em São Januário

(Foto: Bruno Cantini / Atlético) - Em jogo movimentado, Vasco e Atlético-MG empatam em São Januário
(Foto: Bruno Cantini / Atlético)

Em jogo movimentado, com cinco bolas na trave, Vasco e Atlético Mineiro empataram por 1 a 1 na noite desta quarta-feira, em São Januário, no Rio de Janeiro. O resultado embolou o confronto direto na briga por uma vaga na zona de classificação à Copa Libertadores de 2018.

O Vasco segue à frente do rival mineiro, agora com 50 pontos, ainda na oitava colocação. Tem a mesma pontuação do Flamengo, que continua em 7º por levar vantagem no saldo de gols. Com a presença do Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil entre as primeiras colocações, a atual zona de classificação da Libertadores inclui os sete primeiros da tabela, o chamado G7.

Faltando três rodadas para o fim do Brasileirão, o Atlético agora tem menores chances de entrar no G7. Com 47 pontos, é o nono colocado.

Dominante no primeiro tempo, o Vasco abriu o placar com Andrés Ríos aos 25 minutos do primeiro tempo. O empate atleticano veio no começo da segunda etapa. Fred balançou as redes aos 7 minutos. As duas etapas contaram com forte movimentação, com boas chances para ambos os lados. O Vasco criou mais oportunidades, mas Victor brilhou com defesas importantes.

O JOGO - Depois de empatar em casa com o São Paulo, o Vasco entrou em campo nesta quarta disposto a não desperdiçar mais uma oportunidade em São Januário. E foi para cima do Atlético desde os primeiros minutos. Logo aos 5, um levantamento na área quase abriu o placar. O goleiro Victor pulou mal e Fábio Santos tirou a bola em cima da linha. Aos 13, Evander finalizou forte e parou no goleiro atleticano.

Jogador mais perigoso do ataque vascaíno, Evander fez a diferença aos 25 minutos, quando cobrou escanteio na área e Andrés Ríos se antecipou à marcação do mesmo Fábio Santos para converter para as redes.

A reação do Atlético veio aos 32, também em lance de escanteio. Leonardo Silva cabeceou com perigo e carimbou o travessão. Antes, aos 29, Fábio Santos fez cruzamento rasteiro perigoso na pequena área, mas ninguém completou para o gol.

Depois destes sustos, o Vasco voltou a ameaçar a defesa atleticana. Nenê, aos 35, tentou chute colocado e quase surpreendeu Victor. Cinco minutos depois, Paulinho recebeu belo passe de Andrés Ríos e acertou o pé da trave.

O segundo tempo começou com o time carioca acertando outra bola na trave. Foi logo aos dois minutos, quando Nenê cruzou e Madson fez leve desvio para raspar na trave. A resposta do Atlético veio na mesma moeda. Aos 6, Otero acertou o travessão.

Um minuto depois, Fred empatou o duelo. Em jogada de Valdívia e Leonardo Silva, o atacante recebeu grande passe para finalizar cruzado direto para as redes.

O empate esquentou de vez o jogo, que já era movimentado desde a metade do primeiro tempo. O Vasco voltou ao ataque ao mesmo tempo em que o Atlético tentava aproveitar os espaços deixados pelo rival na defesa.

Mas quem trabalhou mais nesta etapa foi o goleiro Victor. Foram duas grandes defesas na sequência. A primeira aos 21, ao defender chute de Wagner, que acabara de entrar em campo. Cinco minutos depois, o jovem Paulinho acertou forte finalização e novamente o goleiro atleticano fez a diferença, com a ponta dos dedos.

A partir dos 30 minutos, as duas equipes passaram a arriscar menos, concentrando-se no meio-campo. Cautelosos, preferiram garantir o ponto do empate, mantendo os dois times ainda na briga pela vaga na Libertadores.

Na próxima rodada, os dois times jogarão no domingo - apenas duas partidas serão disputadas na segunda-feira - contra rivais que estão tentando evitar o rebaixamento. O Vasco enfrentará o Atlético-PR em Curitiba, enquanto o Atlético-MG vai duelar com o Coritiba no Independência.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 1 x 1 ATLÉTICO-MG

VASCO - Gabriel Félix; Madson (Gilberto), Breno, Paulão e Henrique; Wellington, Evander (Caio Monteiro), Paulinho, Nenê e Yago Pikachu (Wagner); Andrés Ríos. Técnico: Zé Ricardo.

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Bremer e Fábio Santos; Adilson (Yago), Elias, Otero (Gustavo Blanco) e Valdívia (Roger Bernardo); Robinho e Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GOLS - Andrés Ríos, aos 25 minutos do primeiro tempo. Fred, aos 7 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Evander.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA - R$ 351.480,00.

PÚBLICO - 11.486 pagantes (12.059 no total).

LOCAL - Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Massa na Rússia - Tudo sobre o maior evento de Futebol do Mundo!