Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

“Eu vou ficar forte”, diz mãe de Danilo

Alaíde Padilha representa uma fortaleza em meio ao sofrimento que atinge familiares das vítimas do acidente com a delegação da Chapecoense, que deixou 71 mortos na Colômbia.

A mãe do goleiro Danilo deixou Cianorte e está na cidade catarinense aguardando a chegada do corpo do filho, prevista para a manhã deste sábado (3). Depois do velório coletivo na Arena Condá, o corpo deve seguir no início da tarde para o Paraná.

Em entrevista à Rede Massa/SBT, dona Alaíde falou sobre a angústia sofrida desde que ficou sabendo do acidente, intensificada pela incerteza de que o filho ainda estivesse vivo.

"A dedicação com que cada um vem me trazer uma mensagem é o que está me mantendo em pé. Eu vou ficar forte, quero atender todo mundo. Abri as portas da minha casa para a imprensa. Meu filho é ídolo e vocês fizeram a carreira dele", disse Alaíde, que na sequência pediu para dar um abraço no repórter Lucas Rocha, que fazia a entrevista.