Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Euriquinho acusa ex-jogador Felipe de incentivar boicote de atletas no Vasco

A apenas um dia da eleição presidencial para os próximos três anos, o Vasco vive clima político bastante tenso. Nesta segunda-feira, o vice-presidente Eurico Brandão, o Euriquinho, concedeu entrevista coletiva e acusou o ex-jogador Felipe de organizar um boicote contra o clube com jogadores de dentro e fora do elenco cruzmaltino.

"Eu não posso afirmar que alguns atletas estiveram reunidos, mas sei que dois ou três estiveram. Muitos receberam ligações. Atletas que vinham para o Vasco receberam ligações para não virem. Atletas em período de renovação de contrato receberam ligações para não renovar. Atletas que tiveram algum problema foram incentivados a criar problema. O atleta que fez essas ligações e ainda faz é o Felipe", garantiu Euriquinho.

Felipe foi revelado nas divisões de base do Vasco e marcou época no fim dos anos 1990, sendo inclusive campeão da Libertadores de 1998. Ainda teve uma segunda passagem por São Januário em 2010 e 2012. Na primeira, trabalhou sob o comando de Eurico Miranda, que presidia o clube naquela época e o comanda novamente na atualidade.

Apesar disso, o ex-jogador se aliou à chapa do candidato Julio Brant, principal rival de Eurico na eleição desta terça, assim como outros ídolos do Vasco, como Edmundo e Pedrinho. As acusações de Euriquinho acontecem no momento em que Brant começa a aparecer com certo favoritismo para o pleito.

"Um ex-atleta do clube se encontra com jogadores para fomentar discórdia e incentivar os jogadores a não ganharem os jogos. Como se sobrevive a uma coisa dessa? Como o clube sobrevive? Eu tenho plena convicção que o presidente irá ser reeleito, mas isso não é para amanhã, não é para essa eleição. Todo período eleitoral nos clubes tem pressão nos atletas, mas no Vasco a coisa é de outro mundo. São vascaínos boicotando o Vasco. Não dá para entender isso. Ou as pessoas mudam esse conceito, ou será difícil o departamento de futebol andar", afirmou.

Euriquinho garantiu que Felipe teve contato com alguns jogadores do elenco, mas descartou punir estes atletas. "Não vou citar o nome dos atletas do nosso elenco que estiveram reunidos, pois não quero expor, até para evitar qualquer tipo de comentário da torcida. Não pensamos em punição para nenhum desses atletas, até porque eles não marcaram reunião. São encontros casuais. Eles se encontraram e falaram sobre coisas, mas ficamos sabendo sobre o que foi conversado."

Apesar das acusações contra Felipe, Euriquinho garantiu a idoneidade do elenco e elogiou seus jogadores. "Os nossos atletas demonstraram um comprometimento muito grande no dia a dia e os resultados em campo mostram isso. Eles foram leais, contando as coisas que tentam colocar para eles. A gente não tem nada para falar dos nossos atletas, do comportamento de cada um deles."