Ex-Palmeiras, Valdivia anuncia aposentadoria: “Cansei, foi o suficiente”

O meia chileno Jorge Valdivia, de 38 anos, anunciou na noite de sexta-feira (1º) a aposentadoria do futebol. Com duas passagens pelo Palmeiras no futebol brasileiro, o agora ex-jogador estava sem clube desde fevereiro, quando teve seu contrato rescindido com o Necaxa, após apenas quatro partidas pelo time mexicano.

“Me cansei, já foi o suficiente e desde um tempo venho analisando e mais ou menos decidido a deixar de jogar. Já tinha conversado sobre isso com pessoas mais próximas, com minha família. Foram muitos anos, de muito sacrifício. Eu ainda sou jovem para fazer outras coisas”, declarou o chileno, em entrevista à rádio ADN.

“Gosto das duas coisas, tive a sorte de estar trabalhando na televisão muito recentemente e me senti bastante confortável. É também algo que pretendo levar muito a sério, profundamente. Estou pronto para voltar a trabalhar na televisão, mas não pretendo deixar de lado os estudos que venho fazendo para ser treinador. Mas ser treinador é mais a longo prazo”, complementou.

O “Mago” tem em seu currículo o título da Copa América de 2015. Além disso, ele defendeu a seleção chilena em duas Copas do Mundo, em 2010 e 2014.

Cria do Colo-Colo, Valdivia foi contratado pelo Palmeiras em 2006 e foi importante no título paulista em 2008. No mesmo ano, porém, caiu de rendimento durante a disputa do Campeonato Brasileiro e foi vendido em agosto para o Al-Ain, dos Emirados Árabes Unidos.

Dois anos depois, em 2010, após participar da Copa do Mundo, ele rescindiu com o Al-Ain e acertou seu retorno ao Palmeiras. Em 2012, Valdidia teve papel importante na conquista da Copa do Brasil, mas também participou do rebaixamento do Verdão à Série B do Brasileiro.

Sua passagem pelo Palmeiras foi marcada por polêmicas, com críticas da torcida em relação ao extracampo de Valdivia. Até que, em 2015, o contrato dele com o Verdão se encerrou e não houve acerto para renovação.

Informações do SBT Sports