Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Flu e Ceará empatam no Maracanã, ampliam jejuns e continuam ameaçados de queda

(Foto: Lucas Merçon / Fluminense) - Flu e Ceará empatam no Maracanã, ampliam jejuns e continuam ameaçados
(Foto: Lucas Merçon / Fluminense)

Fluminense e Ceará ficaram no empate sem gols na noite chuvosa desta segunda-feira, no Maracanã, pelo fechamento da 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado ruim para os dois lados manteve os dois times ameaçados de rebaixamento na competição.

Com o resultado, o Fluminense, que ampliou o seu jejum de vitórias para cinco partidas e estacionou na 13ª colocação, com 42 pontos, contra 39 do Ceará, que subiu para o 14º lugar. O time cearense, por sua vez, agora contabiliza quatro rodadas sem vencer. O primeiro time dentro da zona de rebaixamento é o América-MG, com 37 pontos.

Marcelo Oliveira surpreendeu ao escalar o Fluminense no esquema 4-4-3, com Luciano, Everaldo e Cabezas no setor ofensivo: o objetivo era se atirar para cima do Ceará em busca de um gol nos minutos iniciais. E ele quase saiu aos 28 minutos. Everaldo fez bela jogada pelo lado esquerdo e chutou rente à trave de Éverson.

Lisca também mexeu no time considerado titular, deixando o artilheiro Arthur entre os reservas. Apesar de uma formação um pouco mais cautelosa como a de costume, o Ceará foi chegar realmente com perigo ao gol adversário pela primeira vez por meio de uma bola parada. Em cobrança de falta de Juninho, Júlio César se esticou todo para salvar o time carioca.

Depois disso, o jogo ficou lento e voltou a ganhar em emoção apenas no segundo tempo. Aos 15 minutos, Juninho, de novo, arriscou de longe e mandou rente à trave. O volante continuou sendo a principal arma do Ceará. Ele voltou a chegar com perigo para nova defesa de Júlio César.

A resposta carioca, desta vez, foi imediata. Matheus Alessandro avançou pela esquerda e parou em Éverson. Em meio às vaias, o Fluminense mostrou cansaço e viu o Ceará pressionar no fim, mas acabou segurando o empate por 0 a 0 no Maracanã. Somou um ponto que quase o livrou da ameaça de queda, mas ainda convive com o risco de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrenta o Bahia na quinta-feira, às 21 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador. No mesmo dia e horário, o Ceará recebe o Paraná na Arena Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 X 0 CEARÁ

FLUMINENSE - Júlio César; Igor Julião, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Airton, Richard e Sornoza (Macula); Everaldo (Marcos Júnior), Luciano e Cabezas (Matheus Alessandro). Técnico: Marcelo Oliveira.

CEARÁ - Éverson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Felipe Jonatan; Juninho, Richardson e Calyson (Ricardinho); Leandro Carvalho (Eder Luis), Ricardo Bueno (Arthur) e Felipe Azevedo. Técnico: Lisca.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Ayrton Lucas, Richard e Macula (Fluminense); Richardson, Felipe Azevedo e Samuel Xavier (Ceará).

RENDA - R$ 105.015,00.

PÚBLICO - 6.435 torcedores.

LOCAL - Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo