Atacante do PSG, Mbappé recebe 10 votos para ser presidente da França

Em uma comunidade com pouco mais de 400 moradores na França, a cidade de Tallenay, o atacante do PSG, Kylian Mbappé, foi o terceiro mais votado nas eleições que aconteceram no último domingo (24), com 10 votos. A estrela francesa ficou atrás de Emmanuel Macron, que foi eleito presidente, e Marine Le Pen. Os votos foram feitos em cédulas impressas caseiramente, e não são validados para a escolha de um candidato.  

A história foi descoberta pelo jornal L’Est Républicain. Prefeito da cidade, Ludovic Barbarossa contou que os as cédulas eram cópias bem feitas, similares às de verdade, e que ficou surpreso quando apareceram as primeiras impressões. No entanto, o Ludovic não desaprova o protesto.  

“Isso é uma aposta entre amigos? Cinco casais que jantaram juntos no sábado à noite tiveram essa ideia e se organizaram? Francamente, não sei. Em todo o caso, recuso-me a julgar o gesto dos meus eleitores que vieram votar. Eles têm o direito de votar nulo, não importa como”, afirmou em entrevista ao jornal Le Pariseien.  

Mbappé ainda não tem futuro definido. O contrato com o PSG acaba no fim desta temporada e o jogador pode assinar com o Real Madrid, o que os dirigentes do time francês tentam evitar. Quem sabe o jogador não invista na carreira política? 

Informações do SBT Sports