Thierry Henry afirma que há privilégios no PSG e defende Lionel Messi

O francês Thierry Henry foi duro ao analisar a situação do PSG, que nesse último domingo (21) perdeu por 3 a 0 para o Monaco, pela Ligue 1. O ex-atacante afirmou que há privilégios no elenco da equipe parisiense. O comentarista saiu ainda em defesa do argentino Lionel Messi, que não tem sido poupado pela torcida do Paris Saint-Germain.

Henry não mencionou o nome de algum jogador, mas apontou que há privilégios no grupo do time da capital francesa. O ex-atacante relembrou o período de jogador e questionou a política do PSG com outros clubes da Europa.

“Qual é a política do clube? Quando jogava no Barcelona e quando não fazia o que tinha de fazer, não importava qual era o teu nome, se não fazia o que era preciso, você não jogava. No Barça você vai embora, no Bayern também. No Real Madrid você vai embora. Nos grandes clubes de todos os países é assim. Mas e no PSG?”, criticou o ex-atleta francês.

A crítica do ídolo de Arsenal e seleção francesa não foi necessariamente direcionada ao argentino Messi. O atual comentarista disse que as vaias da torcida do PSG ao camisa 30 são injustas. Para Henry, o time de Pochettino funciona melhor com a presença do craque.

“Na semana passada, os torcedores do PSG vaiaram Messi. Como você pode vaiar o maior de todos os tempos? O cara que deu mais assistências na Ligue 1? Hoje, sem Messi, o time não criou nada”, analisou.

Uma nova crise foi instaurada no Paris Saint-Germain desde a queda na Champions League, em dura eliminação de virada para o Real Madrid. Principal jornal esportivo da França, o L?Equipe revelou que o clube pretende realizar uma grande reformulação no elenco.

Informações do SBT Sports.