Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Grêmio surpreende no Mineirão e faz 2 a 0 no Cruzeiro em semi da Copa do Brasil

Grêmio surpreende no Mineirão e faz 2 a 0 no Cruzeiro em semi final

No primeiro duelo dos maiores campeões da Copa do Brasil, o Grêmio deu passo importante rumo à final ao fazer 2 a 0 no Cruzeiro, nesta quarta-feira, em noite de recorde de público no Mineirão neste ano. A torcida de 53.452 presentes no estádio, em sua grande maioria cruzeirense, assistiu ao domínio dos visitantes durante toda a partida e aos gols de Luan e do veterano Douglas neste jogo de ida do confronto, em Belo Horizonte.

Com o triunfo, o Grêmio abriu boa vantagem para decidir a vaga na final, em casa, na próxima quarta-feira. O time gaúcho se classifica mesmo em caso de derrota por 1 a 0. Se o Cruzeiro repetir o placar de 2 a 0, o duelo será definido nos pênaltis. Qualquer outro placar por dois gols de diferença favorece o Grêmio, por ter marcado gols fora de casa. Para desbancar o time gaúcho, a equipe mineira terá que vencer por três gols de vantagem.

O vencedor deste confronto terá pela frente na grande final o vitorioso de outro duelo envolvendo mineiros e gaúchos. Na primeira partida entre Internacional e Atlético-MG, o time mineiro levou a melhor, pelo placar de 2 a 1, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Antes das partidas da volta, pela Copa do Brasil, Grêmio e Cruzeiro voltam a campo no sábado, em rodada do Brasileirão. O time mineiro vai visitar o Atlético-PR, enquanto os gaúchos enfrentarão o Figueirense, em Florianópolis.

O JOGO - O Cruzeiro entrou em campo nesta quarta com uma baixa de última hora. O volante Henrique, com dores musculares, foi vetado horas antes do início da partida e provocou mudanças na equipe da casa. Para suprir a ausência do jogador, Mano Menezes escalou Denilson entre os titulares, o que ajudou a determinar uma atuação cruzeirense abaixo do esperado na etapa inicial.

Com uma formação de características mais defensiva, o time da casa penou no primeiro tempo, enquanto o Grêmio exibiu uma solidez surpreendente, principalmente na defesa. Sem ceder sequer uma chance clara de gol ao rival antes do intervalo, o time gaúcho dominou e deu raros espaços aos mineiros.

Na etapa inicial, o Cruzeiro praticamente só levou perigo logo no começo, quando o Grêmio ainda se organizava em campo. Foi aos 2 minutos, quando Edílson vacilou na defesa e entregou nos pés de Arrascaeta, que bateu de dentro da área. Marcelo Grohe fez a defesa. Daí em diante, o Cruzeiro quase não entrou na área gaúcha.

Ganhando confiança na partida, o Grêmio arriscava mais e, aos 19, abriu o placar com um golaço de Luan. Ele tabelou com Ramiro pela esquerda e, mesmo entre marcadores, encontrou espaço mínimo para bater com categoria por cobertura e acertar o ângulo do gol defendido por Rafael. Artilheiro do Grêmio na temporada, chegou aos 12 gols em 2016.

Ciente das limitações ofensivas do seu time, Mano trocou o lateral Lucas pelo atacante Alisson. Do outro lado, Renato Gaúcho fez uma mudança por conta de problema físico. Maicon saiu de campo para a entrada de Jailson.

E a conversa no vestiário pareceu ter surtido maior efeito entre os jogadores do Cruzeiro. Aos 10 minutos, o time mineiro já havia chegado no ataque em três lances perigosos. No melhor deles, Edimar bateu falta com categoria e mandou rente à trave direita de Marcelo Grohe.

Se o Cruzeiro não aproveitava sua melhor chance, o Grêmio era efetivo em suas chegadas mais perigosas ao ataque. Aos 16, Kannemann iniciou contra-ataque, Ramiro, mais uma vez, deu a assistência, e Douglas bateu na saída de Rafael para ampliar a vantagem dos visitantes.

Preocupado, Mano fez novas mudanças na equipe para deixá-la mais ofensiva. Assim, trocou Denilson por Alex e Sóbis, por Willian. Sem sucesso. O Cruzeiro parava facilmente na defesa gremista e, nos minutos finais, atacava no desespero, sem alcançar ao menos o gol solitário que reduziria o "estrago" causado pelo ataque gremista no Mineirão.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 0 x 2 GRÊMIO

CRUZEIRO - Rafael; Lucas (Alisson), Bruno Rodrigo, Léo e Edimar; Denilson (Alex), Lucas Romero, Robinho e De Arrascaeta; Rafael Sóbis (Willian) e Ábila. Técnico: Mano Menezes.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Jailson), Ramiro, Douglas e Pedro Rocha (Everton); Luan (Kaio). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS - Luan, aos 19 minutos do primeiro tempo. Douglas, aos 16 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Kannemann.

ÁRBITRO - Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa/PE).

RENDA - R$ 1.606.821,00.

PÚBLICO - 50.715 pagantes (53.452 no total).

LOCAL - Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).