Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Inglaterra bate Escócia em clássico marcado por homenagens e lidera Eliminatórias

Em um clássico marcado por homenagens a mortos na Primeira Guerra Mundial, em uma iniciativa conjunta na qual as duas seleções peitaram uma proibição estabelecida pelo regulamento da Fifa, a Inglaterra venceu a Escócia por 3 a 0, nesta sexta-feira, no estádio de Wembley, em Londres, para se garantir na liderança isolada do Grupo F das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018.

O resultado, conquistado com três gols de cabeça, levou os ingleses aos dez pontos em quatro jogos disputados até aqui no qualificatório. Já os escoceses estacionaram nos quatro pontos e amargam a penúltima posição da chave.

Antes de a bola rolar, Inglaterra e Escócia entraram em campo exibindo uma flor que simboliza a homenagem a mortos na Primeira Guerra Mundial, ocorrida entre 1914 e 1918, sendo que as duas seleções atuaram com uma faixa preta no braço esquerdo com a flor vermelha estampada, embora a Fifa não permita manifestações políticas em camisas de times nacionais.

Aos olhos de quase 88 mil torcedores em Wembley no clássico mais antigo da história do futebol mundial - as duas seleções se enfrentaram pela primeira vez em 1872 -, a Inglaterra saiu na frente com um gol aos 24 minutos do primeiro tempo. Walker pegou a sobra de uma bola pelo lado direito e cruzou para Sturridge marcar de cabeça com um peixinho.

A limitada Escócia foi em busca do empate e no início da etapa final chegou a desperdiçar duas chances de empatar em lances com Forest e Snordgrass, mas a Inglaterra freou o ímpeto dos visitantes ao voltar a marcar aos 5 minutos. Rose cruzou e Lallana desviou de cabeça no canto esquerdo do goleiro escocês para fazer 2 a 0.

E foi novamente com o jogo aéreo que a Inglaterra decretou o 3 a 0 pouco depois, aos 15 minutos. Rooney bateu escanteio e Cahill, de cabeça, fechou o placar.

O bom resultado, por sinal, deu força ao técnico interino Gareth Southgate, que na terça-feira voltará a comandar o time nacional contra a Espanha, também em Wembley. Ele assumiu a seleção após a demissão de Sam Allardyce e, inicialmente, a previsão era de que ele ficaria no cargo apenas até a partida diante dos espanhóis. No entanto, com a falta de boas opções na Inglaterra e o bom trabalho que vem desempenhando como interino, Southgate tem chance de ser efetivado no comando.

OUTROS JOGOS - Outras duas partidas foram disputadas nesta sexta pelo Grupo F das Eliminatórias Europeias. Em uma deles, a Eslovênia venceu Malta por 1 a 0, fora de casa, e chegou à vice-liderança ao somar oito pontos e manter a seleção da casa "zerada" na lanterna da chave. Benjamin Verbic fez o único gol do jogo.

Já a Eslováquia goleou a Lituânia por 4 a 0, em casa, para se garantir na terceira posição, com seis pontos, ultrapassando os próprios lituanos, que caíram para a quarta colocação ao estacionarem nos cinco pontos. Adam Nemec, Juraj Kucka, Martin Skrtel e Marek Hamsik marcaram os gols da vitória.

Os três próximos jogos do Grupo F serão disputados apenas no dia 26 de março de 2017, quando a Inglaterra volta a atuar em casa, desta vez contra a Lituânia. Malta x Eslováquia e Escócia x Eslovênia completam a quinta rodada.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo