Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Inter sofre no Beira-Rio, mas busca empate com Novo Hamburgo no 1º jogo da final

O Internacional ficou por duas vezes atrás do marcador, mas conseguiu empatar o duelo com o Novo Hamburgo em 2 a 2 neste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, no jogo de ida da decisão do Campeonato Gaúcho. Se o empate persistir na partida de volta, marcada para o próximo domingo, com local a ser definido, o campeão estadual sairá das cobranças de pênaltis.

Apesar de ter a torcida a seu favor, o time colorado sofreu com a equipe visitante. Levou um gol logo no início marcado por João Paulo. Encontrou dificuldades para chegar à meta adversária e só foi empatar no segundo tempo, graças a um gol contra do goleiro Matheus. O Novo Hamburgo voltou a demonstrar que não foi líder da primeira fase à toa e fez 2 a 1 com Assis. O Internacional igualou com Nico López.

O JOGO - O Novo Hamburgo surpreendeu o Internacional no início da partida. Em pleno Beira-Rio, foi para cima do time anfitrião e mandou uma bola na trave logo no primeiro minuto após cabeceio do ex-são-paulino Júlio Santos. O time colorado estava desorganizado em campo e viu os visitante abrirem o marcador aos 17 minutos. Na cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, Assis levantou a bola na área e João Paulo apareceu no meio da área, livre, para mandar de cabeça para as redes.

O gol fez o Novo Hamburgo recuar e só então o Internacional passou a pressionar. Mas mesmo com o time inteiro no ataque, os donos da casa esbarravam no nervosismo. D'Alessandro chegou a discutir com o árbitro antes de uma cobrança de escanteio, pois achava que a bola havia tocado na mão do zagueiro do Novo Hamburgo antes de sair pela linha de fundo.

A melhor chance da equipe colorada para abrir o marcador veio somente aos 44 minutos. Após bate-rebate na área, a bola sobrou nos pés de D'Alessandro, que bateu rasteiro, mas o goleiro Matheus pulou no canto esquerdo e mandou para escanteio.

No segundo tempo, o Internacional contou com a sorte para chegar ao empate logo aos sete minutos. Roberson recebeu e Edenílson na área e bateu cruzado. O zagueiro Julio Santos chegou a salvar em cima da linha, mas a bola bateu na cabeça do goleiro Matheus e entrou.

O Novo Hamburgo precisou sair para o jogo e quase levou a virada em chute de D'Alessandro de fora da área que saiu com muito perigo. No entanto, o time visitante conseguiu retomar a dianteira do placar em novo lance de escanteio. Jardel cruzou da direita, Pablo ganhou no alto de Rodrigo Dourado e Assis cabeceou para as redes.

A partida voltou para o desenho tático com o Internacional desesperado em busca do empate. E ele veio aos 37 minutos. Nico López deixou para D'Alessandro, que deu um leve toque sobre o zagueiro deixando o uruguaio na cara do gol. Com tranquilidade, o atacante tirou do goleiro e fez: 2 a 2.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo