Itália espera que vitória na “Finalíssima” contra Argentina seja primeiro passo de reconstrução

(Reuters) – A Itália tentará deixar para trás a decepção de não se classificar para a Copa do Mundo e começar uma nova era para a seleção vencendo a Argentina na “Finalíssima”, disseram jogadores italianos nesta terça-feira.

A partida de quarta-feira entre o campeão europeu e o vencedor da Copa América será realizada no estádio de Wembley, onde a Itália superou a Inglaterra nos pênaltis no último mês de julho para conquistar o seu segundo título europeu.

Mas a alegria da Itália se transformou em angústia oito meses depois, quando ela não conseguiu vaga para a Copa do Mundo pela segunda vez seguida após perder na repescagem para a Macedônia do Norte.

“Fizemos história neste estádio, então demos uma grande emoção a todos os italianos”, disse Lorenzo Insigne a repórteres.

“Será um jogo muito importante para nós para podermos começar de novo e levar a Itália de volta para onde merece (estar) e onde sempre estivemos”.

A Argentina de Lionel Messi não é uma presa fácil, no entanto, e levará uma sequência invicta de 31 partidas para o gramado de Wembley.

A Itália estabeleceu o recorde mundial de 37 jogos invictos, que terminou em outubro do ano passado, quando a Espanha venceu o time de Roberto Mancini na semifinal da Liga das Nações.