Com gol de Vinicius Jr, Real Madrid vence o Liverpool e levanta a 14ª taça da Champions League

A Champions League da temporada 2021/22 é do Real Madrid. E o título do clube espanhol foi conquistado com um gol brasileiro. Neste sábado (28), no Stade France, em Paris, a equipe comandada por Carlo Ancelotti bateu o Liverpool por 1 a 0 com gol de Vinícius Júnior, protagonista madrilenho na partida mais aguardada da temporada europeia. Com o triunfo, o time merengue leva para casa a 14ª taça da competição de clubes mais importante do planeta.

O Real Madrid provou na final na França que é um clube feito para a conquistar a Liga dos Campeões. Os comandados de Carlo Ancelotti até sofreram no início da decisão, mas, aos poucos, foram se estabelecendo na partida. Foi no segundo tempo que Vinícius Júnior anotou o único tento da finalíssima. O título europeu carimba a vaga madrilenha na próxima edição do Mundial de Clubes. O troféu da 67ª edição da Champions League vai para o Santigo Bernabéu.

O jogo

O Liverpool iniciou a final com mais domínio. Marcando alto, o time comandado por Jürgen Klopp encurralou o Real Madrid e começou a decisão em busca do ataque. A equipe inglesa sofreu com alguns erros de passe nos instantes iniciais, mas não deixou de ter iniaciativa. Aos 15 minutos, Alexander-Arnold foi até a linha de fundo e cruzou para o meio da área, onde Salah desviou e exigiu a primeira grande da finalíssima.

O time de Klopp aumentou a pressão nos minutos seguintes. Thiago Alcântara, Salah e Alexander-Arnold arriscaram finalizações de fora da área, em tentativas que não levaram tanto perigo. Aos 20 minutos, porém, o Liverpool quase abriu o placar: Mané limpou a marcação e bateu firme no canto, mas Courtois se esticou todo e conseguiu desviar a bola, que ainda bateu na trave.

O domínio dos Reds diminuiu a partir da metade do primeiro tempo. Sem conseguir novas oportunidades, a equipe inglesa viu o Real Madrid encaixar algumas escapadas. Pela esquerda, Vinícius Júnior e Benzeram incomodaram a defesa do Liverpool, que afastou as investidas madrilenhas.

Na reta final, os comandados de Carlo Ancelotti conseguiram a chance mais perigosa. Benzema foi lançado na área e, após bate a rebate, conseguiu vencer o goleiro Alisson. O lance, no entanto, foi anulado por um questionável impedimento do camisa 9 francês. A primeira etapa terminou com zero a zero no placar.

O confronto seguiu equilibrado na volta do segundo tempo. De um lado, o Liverpool buscou criar situações pela esquerda, com Arnold e Salah; do outro, a equipe merengue tentou alguns contra-ataques em velocidade, mas foi bloqueada pela defesa inglesa. Aos 13 minutos do segundo tempo, o Real Madrid conseguiu abrir o placar com Vinícius Júnior, que apareceu nas costas de Alexander-Arnold para completar um chute cruzado de Valverde. Com a desvantagem, Klopp optou por trocar Luis Díaz por Diogo Jota.

Em busca do empate, os Reds partiram para cima do Real Madrid com tudo. Jürgen Klopp promoveu a entrada de jogadores como Keita e Roberto Firmino, e assim os ingleses dominaram as ações. Aos 36 minutos, Salah ganhou de Mendy na grande área e exigiu outra grande defesa de Courtois, paredão merengue na final. Em seguida, Carlo Ancelotti fez a primeira mudança, com Camavinga no lugar de Valverde.

Os últimos minutos foram de desespero dos Reds. Com a vantagem, Ancelotti ganhou tempo ao levar Ceballos e o brasileiro Rodrygo a campo. Os novos jogadores do Real na partida ainda foram importantes para evitar um possível empate do Liverpool. Seguro, equilibrado e fatal, o Real Madrid se tornou campeão da Champions League pela 14ª vez na história.

FICHA TÉCNICA

LIVERPOOL 0 x 1 REAL MADRID

Local: Stade de France, Paris – França
Data: 28/05/2022
Árbitro: Clément Turpin (FRA)
Assistentes: Nicolas Danos (FRA) e Cyril Gringore (FRA)
VAR: Jérôme Brisard (FRA)
Cartões amarelos: Fabinho.
Gols: Vinícius Júnior, aos 13 do segundo tempo.

LIVERPOOL: Alisson; Alexander-Arnold, Konaté, Van Dijk e Robertson; Fabinho, Henderson (Keita) e Thiago (Roberto Firmino); Salah, Mané e Luis Díaz (Diogo Jota). Técnico: Jürgen Klopp.

REAL MADRID: Courtois; Carvajal, Éder Militão, Alaba e Mendy; Casemiro, Kroos, Modric (Ceballos) e Valverde (Camavinga); Vinicíus Júnior (Rodrygo) e Benzema. Técnico: Carlo Ancelotti.

Informações SBT Sports