Manchester City empata com Atlético e garante confronto contra Real Madrid na semi

Por Fernando Kallas

MADRI (Reuters) – O Manchester City teve um desempenho disciplinado para garantir um empate em 0 x 0 contra o Atlético de Madri, nesta quarta-feira, e chegar às semifinais da Liga dos Campeões com 1 x 0 na soma dos dois jogos.

A tensão aumentou nos minutos finais e o zagueiro do Atlético Felipe foi expulso ao receber um segundo cartão amarelo, antes de as equipes jogarem 12 minutos de acréscimo.

As brigas se espalharam entre os jogadores após a expulsão de Felipe por falta em Phil Foden e continuaram depois do apito final quando as equipes desceram o túnel, com a polícia tendo que intervir para restaurar a calma.

Os campeões ingleses estiveram confortáveis ​​na primeira etapa, quando Ilkay Gundogan acertou a trave na melhor oportunidade, mas não conseguiram outra boa chance de gol no restante do jogo.

O técnico do City, Pep Guardiola, desafiou o Atlético a se afastar de sua habitual estratégia defensiva e, empurrados por seus torcedores no estádio Metropolitano, os espanhóis se esforçaram para jogar mais no ataque.

Os visitantes foram pacientes, desacelerando o ritmo do jogo e deixando o tempo passar, desagradando o técnico do Atlético, Diego Simeone, e seus torcedores.

“Não foi o nosso melhor jogo, com certeza”, disse Rodri, do City, a repórteres.

“Estávamos cansados ​​no segundo tempo por causa do calendário, tivemos uma partida muito intensa no fim de semana com o Liverpool e ficamos sem pernas no final.”

O City, que tenta conquistar pela primeira vez o troféu mais prestigiado do futebol europeu de clubes, enfrentará o 13 vezes campeão Real Madrid nas semifinais.