Real Madrid garante virada heroica sobre o Manchester City e está na final da Champions

MADRI (Reuters) – O Real Madrid se recuperou de uma quase eliminação e conseguiu derrotar o Manchester City por 3 x 1, na prorrogação, para avançar à final da Liga dos Campeões com uma vitória por 6 x 5 no agregado em uma semifinal emocionante e dramática, nesta quarta-feira.

O City liderava por 1 x 0 na noite e por 5 x 3 no placar agregado até os 44 minutos do segundo tempo, após Riyad Mahrez colocar a equipe na frente aos 28 minutos da etapa final. Mas o brasileiro Rodrygo, que entrou no decorrer do jogo, empatou no último minuto do tempo normal e virou, de cabeça, um minuto depois para levar o duelo para a prorrogação.

Logo aos 5 minutos Karim Benzema converteu um pênalti marcado pelo juiz após ele mesmo sofrer falta de Ruben Dias dentro da área, e o Real manteve o time inglês sob controle para chegar à final.

O Real, recordista com 13 títulos europeus, jogará contra o Liverpool no dia 28 de maio em Paris, em uma repetição da final de 2018 em Kiev, que a equipe espanhola venceu por 3 x 1.