Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Londrina fecha a série B com três ‘títulos’

(foto: Wellington Ferrugem/Londrina Esporte Clube) - Londrina fecha a série B com três ‘títulos’
(foto: Wellington Ferrugem/Londrina Esporte Clube)

O Londrina fechou a participação na Série B na sexta posição com 60 pontos, a apenas três do Bahia, último time garantido na elite do futebol brasileiro em 2017.

Com uma campanha rigorosamente igual dentro e fora de casa (8 vitórias, 6 empates e 5 derrotas), o Tubarão tem o primeiro ano na Segundona marcado por números importantes.

O time comandado pelo técnico Cláudio Tencati foi o terceiro melhor visitante da competição, atrás apenas do campeão Atlético Goianiense e com os mesmos 30 pontos do Vila Nova, porém com uma vitória a menos.

Na bagagem, o Londrina traz três ‘títulos’. Foi a melhor defesa, com apenas 29 gols sofridos em 38 rodadas. O desempenho é bem acima dos segundos colocados no quesito, Bahia e Avaí com cinco gols a mais.

Disciplina
As outras ‘conquistas’ estão ligadas à questão disciplinar. O Londrina foi o campeão no número de cartões amarelos, com 116, média de 3,05 por jogo. Germano (11), Rafael Gava (10) e Itamar (9) foram os que mais levaram.

O capitão, inclusive, aparece com o terceiro jogador mais faltoso da competição, com 77, ao lado de Gastón, do Náutico.

Por outro lado, o alviceleste é o melhor quando o assunto é o número de cartões vermelhos. Foram apenas três em toda a competição: Jô, Zé Rafael e Romário, que veio por empréstimo do Vitória e atuou apenas na partida em que foi expulso, sendo dispensado em seguida. 

Elenco e comissão técnica do Londrina entraram em férias a partir desta segunda-feira (28) e retomam os trabalhos no dia 2 de janeiro, em preparação para a disputa da Primeira Liga, que começa em 22 de janeiro, e o Paranaense, que dá a largada uma semana depois.