Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Londrina tropeça em casa e fica mais longe do G4

(foto: Altair Souza/Rede Massa) - Londrina tropeça em casa e fica mais longe do G4
(foto: Altair Souza/Rede Massa)

A sina de empatar em casa contra times da parte de baixo da tabela continua perseguindo o Londrina. Dependendo da vitória para voltar ao G4, o Tubarão ficou no 0 a 0 com o Paysandu no estádio do Café na noite desta terça-feira (1º) no estádio do Café.

O alviceleste chega aos 54 pontos, sobe para quinto, e agora tem que torcer para que Bahia, Náutico e Avaí não vençam seus jogos para se manter na briga. O próximo compromisso do Londrina é contra o líder Atlético Goianiense, na próxima terça-feira (8), novamente no estádio do Café.

"Queríamos a vitória, não veio. Teve entrega em campo, criamos, mas agora não dá para lamentar. É pensar no próximo jogo em casa", afirmou o atacante Jô, que perdeu a principal chance de gol do time na partida.

O jogo

O Paysandu deixou claro desde o primeiro minuto a proposta de jogo: segurar o Londrina de olho em um empate. Aos 10 minutos, o técnico Cláudio Tencati foi obrigado a fazer a primeira substituição. Marcondes sentiu uma lesão muscular e deixou o campo para entrada de Matheus.

Quem chegou com perigo pela primeira vez foi o Paysandu, e com um velho conhecido da torcida alviceleste. Celsinho cobrou falta com perigo aos 11 e assustou Marcelo Rangel.

Com maior posse de bola, o Londrina tinha dificuldade em penetrar na defesa paraense. Aos 36, veio a primeira grande chance de gol. Anderson ajeitou de cabeça e mandou uma bomba, para boa defesa de Emerson.

Na volta para o segundo tempo, o Tubarão chegou logo aos quatro minutos. Zé Rafael aproveitou rebote da entrada da área e bateu forte, parando mais uma vez em boa defesa do goleiro do Paysandu, revelado pela Portuguesa Londrinense.

Um minuto depois, Zé Rafael cruzou da esquerda, Itamar subiu bem de cabeça e desta vez Emerson não segurou. Quando o camisa 11 saia para comemorar, percebeu que o bandeira havia anotado impedimento. O atacante, no entanto, estava em condição legal no momento do cruzamento de Zé Rafael.

Precisando da vitória, Tencati tentou deixar o time mais ofensivo aos 19 minutos, tirando o volante Anderson para entrada do atacante Safira. Pouco depois, foi a vez de Itamar deixar o campo para entrada de Bruno Batata.

As alterações surtiram pouco efeito. Nervoso em campo, o Londrina não conseguia criar. Fillipe Soutto, decisivo em partidas anteriores, teve uma noite apagada e pouco produziu. Coube a Zé Rafael ser o responsável pelas principais jogadas.

A última e principal chance de gol do Tubarão na partida veio aos 36 minutos. Lucas Ramon fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro. Jô chegou batendo na entrada da pequena área e a bola explodiu no travessão, caindo caprichosamente em cima da linha. Sinal de que, para desespero do torcedor que foi ao Café, a noite não era do Londrina.