Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Operário se reapresenta no Germano Krüger pensando em 2017

(Foto: Divulgação) - Operário se reapresenta no Germano Krüger pensando em 2017
(Foto: Divulgação)

O Operário Ferroviário voltou à ativa. Após a folga na sequência da conquista da Taça FPF, a equipe se reapresentou nesta quinta-feira (3) no Germano Krüger. No total, 22 jogadores treinaram no estádio sob o comando de Gersinho Gusmão.

Jovens talentos recém-vencedores do torneio sub-23, como Vandinho e Thales, voltaram ao trabalho junto dos jogadores que permaneceram no clube após o fim da Copa do Brasil, como Chicão e Sosa. Segundo o treinador do alvinegro, o período de treinamentos no fim deste ano é uma manutenção do trabalho feito em 2016.

Para o capitão Chicão, o começo de trabalho antecipado é benéfico ao clube. “A gente sai na frente das outras equipes do campeonato. Não é uma pré-temporada e sim um começo de trabalho, mas é sempre bom se manter em atividade”.

A mistura entre os jogadores do sub-23 e os que já estavam no ano passado, é vista pelo volante com bons olhos. “É uma mescla boa. Aliar juventude com experiência, em uma competição que vai ser muito forte e na série D é essencial. Vamos precisar muito da experiência dos jogadores que ficaram e da juventude da rapaziada do sub-23”, completa o capitão.

Sosa também tem o mesmo pensamento do volante alvinegro. O zagueiro considera a volta como um ponto positivo em relação aos demais clubes. “Estou feliz por voltar aos treinos. Começamos o trabalho mais cedo, por isso o Operário sai na frente. Não quer dizer que é uma garantia de sucesso, mas é um grande passo, até porque o investimento que os clubes têm pra fazer não permitem a todos fazer isso que o Operário está fazendo”.

O treinador do Operário revelou que o time já tem dois amistosos marcados contra Jota Malucelli, ainda em 2016. Mesmo ainda estando no início da preparação, o camisa 4 do Fantasma realça a importância do próximo ano para a equipe e crava: o ano tem que ser perfeito. “Os amistosos e o entrosamento dentro de campo serão muito importantes. A gente tem um ano em que buscaremos dois acessos. Nós temos que fazer um 2017 perfeito”.

Colaboração Assessoria de Imprensa.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo