Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Palmeiras deve selar renovação de contrato de patrocínio em duas semanas

Palmeiras e Crefisa já estão em estágio avançado na negociação para oficializar a renovação de contrato de patrocínio master por mais um ano. O acordo deve ser selado em torno do dia 15 de fevereiro, pouco depois da eleição para o Conselho Deliberativo do clube, que terá como alguns dos principais candidatos os proprietários da empresa, o casal José Roberto Lamacchia e Leila Pereira.

As bases estão definidas: o vínculo será por mais uma temporada, com investimento de R$ 80 milhões. O acordo atual venceu no último dia 21 e era de R$ 66 milhões anuais. A equipe continua utilizando a marca no uniforme porque o contrato permite o uso do anúncio no uniforme até um mês depois do fim vínculo.

A data para confirmar a renovação foi escolhida para depois da eleição no Conselho Deliberativo do Palmeiras para não gerar desgaste ao casal dono da Crefisa. A candidatura de ambos causou desentendimento entre o atual presidente, Maurício Galiotte, apoiador da chapa, e o antigo mandatário, Paulo Nobre, que viu irregularidades na postulação dos dois por entender que não atendem aos requisitos de antiguidade no quadro de sócios do clube.

Os empresários têm como principal apoiador político o ex-presidente Mustafá Contursi, líder da chapa Palmeiras Forte. Na quarta-feira o grupo vai promover um jantar em um hotel no centro da capital paulista para formalizar o lançamento da candidatura, que foi protocolada no último dia 11.

A empresa quer estreitar o vínculo com a atual gestão do Palmeiras e deve, inclusive, abrir uma unidade da Crefisa dentro do Allianz Parque nos próximos meses.