Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
19ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Palmeiras marca no final do jogo e conquista o bicampeonato da Copinha

Gabriel Sartini

Gabriel Sartini

São Paulo, 25 (AE) – O Palmeiras conquistou o bicampeonato consecutivo da Copa São Paulo de Futebol Júnior nesta quarta-feira, ao derrotar o América-MG na final por 2 a 1, com um dos gols nos acréscimos da partida. Equilibrado em quase sua totalidade, o duelo foi definido nos últimos instantes. Patrick fez de cabeça, aos 47 minutos, o gol do título alviverde que coroa um trabalho de remodelação das categorias de base iniciado há quase uma década.

Foto: Divulgação/Palmeiras

No Canindé, em uma tarde quente em que São Paulo comemora 469 anos, o Palmeiras celebrou sua segunda taça da maior competição de base do País graças à sua talentosa safra de jovens jogadores, mesmo desfalcada de Endrick e outros seis atletas que têm idade para jogar a Copinha, mas já estão no profissional.

Ruan Ribeiro, artilheiro do torneio com nove gols, deixou o seu no primeiro tempo. O América empatou de pênalti no fim da etapa inicial, mas nos acréscimos do segundo tempo não aguentou a pressão do time alviverde, que ampliou seu domínio nas categorias inferiores.

Como foi a final da Copinha

Finalistas da Copinha com mérito, Palmeiras e América-MG fizeram um duelo equilibrado, sobretudo no primeiro tempo. O time paulista foi testado como ainda não havia sido no torneio. Embora tenha saído à frente no placar, teve de correr atrás do rival em várias ocasiões.

Ruan Ribeiro, artilheiro da competição, foi quem colocou o Palmeiras em vantagem ao completar trama coletiva para as redes aos 17 minutos. O time mineiro acertou o travessão, martelou, insistiu até que conseguiu o empate.

Renato Marques teve que bater dois pênaltis para um valer. O primeiro ele errou. Parou no goleiro Aranha, que ficou sem entender porque o juiz havia mandado a cobrança voltar. O árbitro, numa atitude confusa, não tinha autorizado a batida. Na segunda tentativa, o atacante americano deslocou o goleiro palmeirense e marcou.

O segundo tempo começou como terminou, com pressão dos mineiros, que foram às redes com Paulinho. O gol não valeu porque Samuel estava impedido no lance. No início da etapa complementar, eram 12 finalizações dos mineiros contra somente quatro dos paulistas.

Até que o Palmeiras acordou e criou para desfazer a igualdade, mas o goleiro Cássio impediu. Foram ao menos quatro oportunidades claras em um intervalo curto de tempo. O bombardeio incluiu chute na trave de Kevin, defesa de Cássio no arremate de Estêvão e conclusão pra fora de Kevin.

Com 75% do estádio tomado por palmeirenses, o Palmeiras, como se estivesse no Allianz Parque, fez uma pressão final. Deu resultado. Patrick de cabeça, aproveitando rebote do goleiro, aos 47 minutos, fez o gol do título da Copinha que coroa um trabalho de reestruturação da base palmeirense iniciado em 2013.

Final da Copinha

Palmeiras 2 x 1 América-MG

PALMEIRAS – Aranha; Edney, Henri, Talisca e Gustavo Mancha (David Kauã); Léo (Patrick), Pedro Lima e Estevão (Gilberto); Vitinho, Kevin e Ruan Ribeiro (Thalys). Técnico: Paulo Victor Gomes.

AMÉRICA-MG – Cássio; Samuel, Jonathan (Rafa Barcelos), Júlio e Paulinho (Yago); Breno (Heitor), Matheus Henrique (Jurandir) e Theo (Kanté); Adyson, Luan Campos e Renato Marques. Técnico: Mayron César.

Gols– Ruan Ribeiro, aos 17, e Renato Marques, aos 41 minutos do primeiro tempo. Patrick, aos 47 do segundo.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia