Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Para evitar 'chapéu', Corinthians quer fechar logo com Wagner

Depois de acertar a contratação do atacante Jô, o Corinthians corre para garantir também o meia Wagner e assim, evitar levar um "chapéu" de outros clubes. O jogador está acertando a rescisão de contrato com o Tianjin Teda, da China, e chegaria sem custos ao time alvinegro.

A preocupação da diretoria é que, ao conseguir a liberação, Wagner acabe chamando a atenção de outros clubes e isso faça com que os valores conversados com seus representantes acabem inflacionando. O meia, de 31 anos, está disposto a retornar ao Brasil após disputar 20 jogos e marcar dois gols pelo clube chinês, com quem tem contrato até julho do ano que vem, mas tenta conseguir a rescisão contratual antes.

O gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes, já teve pelo menos duas reuniões com representantes do jogador para apresentar uma proposta. As conversas evoluíram e os dois lados demonstram confiança de que a negociação não deve se arrastar.

Embora só possa atuar no ano que vem, já que encerraram as inscrições no Campeonato Brasileiro, a ideia de Wagner é definir o quanto antes seu futuro, para ele já treinar com os novos companheiros e chegar bem na próxima temporada. Assim como faz o atacante Jô, que desde segunda-feira já treina no CT Joaquim Grava.

Experiente, Wagner se encaixa perfeitamente no estilo de jogador desejado pelo técnico Oswaldo de Oliveira, que é um meia mais técnico, que "faz o time jogar". O clube também chegou a sondar Diego Souza, do Sport, mas a tendência é que ele permaneça no clube carioca. Outro sondado foi Raphael Veiga, do Coritiba, que fechou com o Palmeiras.

Representantes do Corinthians também buscaram informações sobre Thiago Neves, mas, por enquanto, não pretendem formalizar proposta. Além de um meia, o time alvinegro ainda procura por um zagueiro, um volante e pensa na possibilidade de contratar mais um atacante, além de Jô e Luidy.