Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Paraguai vence Equador em casa e segue vivo na luta por vaga na Copa

(Foto: Divulgação)  - Paraguai vence Equador em casa e segue vivo na luta por vaga na Copa
(Foto: Divulgação)

Próxima adversária do Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, a seleção do Paraguai jogará em São Paulo, na próxima terça-feira, embalada por uma vitória que a mantém viva na luta por uma vaga para ir à Rússia. Nesta quinta-feira, no Defensores del Chaco, os paraguaios superaram o Equador por 2 a 1.

O triunfo levou o Paraguai aos 18 pontos, fora da zona de classificação, pois agora ocupa o sétimo lugar, mas agora mais perto dos quatro primeiros colocados, que vão à Rússia, e do quinto, que participará de uma repescagem - esse posto hoje é ocupado pelo próprio Equador, com 20.

Agora, o Paraguai terá o desafio de ao menos pontuar diante do Brasil, no Itaquerão, onde a seleção de Tite poderá até mesmo obter a sua vaga na próxima Copa do Mundo. Já o Equador tentará se reabilitar contra a Colômbia, como mandante, em Quito.

Atuando em casa, o Paraguai não demorou para abrir o placar. E foi logo em um lance confuso, aos 11 minutos, quando Iturbe cobrou falta na direção da grande área, a zaga do Equador errou em seguidas tentativas de tirar a bola, permitindo que Valdez completasse para o gol.

Como não poderia deixar de ser, o gol alterou o panorama do jogo, com a seleção equatoriana se lançando ao ataque. Só que a equipe conseguiu ameaçar o Paraguai apenas nos 15 minutos finais da primeira etapa.

Foi assim aos 32, quando, após cobrança de escanteio, Enner Valencia, na pequena área, só não marcou por causa da defesa de Silva, que também parou os equatorianos aos 38 em chute de Caicedo de fora da área.

A efetividade do Paraguai voltou a aparecer no segundo tempo, mais truncado e sem muitas chances de gol. Aos 20 minutos, Alonso acionou Almirón, que chutou da entrada área. Dreer deu o rebote e Alonso apareceu para finalizar às redes.

O Equador esboçou uma reação quando a arbitragem marcou pênalti após a bola bater no braço de Alonso na grande área, depois de um cruzamento de Valencia. Caicedo bateu com precisão e diminuiu a vantagem paraguaia.

O gol aumentou a motivação do Equador para buscar o empate, mas foi o Paraguai quem teve a última oportunidade de marcar, com Pérez, que parou na defesa de Dreer. Mas a chance nem fez falta aos próximos rivais do Brasil nas Eliminatórias.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo