Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Presidente do Inter critica pena a Nico López e promete time reserva no Gre-Nal

O presidente do Internacional, Marcelo Medeiros, garantiu nesta sexta-feira que o clube vai utilizar uma equipe reserva no clássico diante do Grêmio, neste domingo, na Arena, pelo Campeonato Gaúcho. O motivo é a ampliação da suspensão a Nico López por parte do Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD-RS).

Na última quinta-feira, o Pleno voltou a julgar Nico López pela expulsão no duelo com o Juventude, no dia 10 de fevereiro, e acrescentou dois jogos à suspensão inicial, justamente de duas partidas. A decisão revoltou a diretoria do Inter, que optou por impedir a escalação da equipe que venceu o Alianza Lima pela Libertadores, quando atuou com força máxima.

"O Internacional, no próximo domingo, não utilizará a equipe que entrou em campo na quarta, utilizando, como vem fazendo, a força de seu grupo. É uma questão pontual, vamos usar a equipe de quarta-feira em breve", afirmou. "A decisão de ontem é um golpe na nossa tradição, fere o nosso torcedor e tira a qualidade de uma rivalidade que enaltecemos como uma das maiores do mundo."

A ampliação da suspensão foi ocasionada pelo recurso da Procuradoria e deixaria Nico López fora do clássico, além do duelo da última rodada com o Novo Hamburgo. O Inter considerou que a punição foi exagerada, especialmente levando em consideração as penas aplicadas aos outros envolvidos na confusão, o jogador Victor Salinas e o técnico Luiz Carlos Winck.

"O Conselho de Gestão do Inter vem de forme veemente expressar sua indignação contra o resultado do Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva, que ampliou a punição ao atleta Nico López, igualando-a à de seu agressor. Além disso, o principal protagonista daquele lamentável episódio, o treinador do Juventude, um homem com experiência dentro e fora de campo, com cabelos brancos, teve uma punição, sofreu uma transição disciplinar e pagou uma multa de R$ 4 mil", comentou Medeiros.

O presidente colorado considerou ainda que a sanção do TJD-RS contribui para a queda de qualidade do Gaúcho. "Retirar o Nico de quatro jogos da competição significa que ele ficará ausente de quatro partidas em 11 agendadas. A decisão de ontem agride a qualidade da competição, seu equilíbrio técnico e desestimula o torcedor."

Se de fato levar a campo o time reserva, que atuou em diversas rodadas do Estadual, Odair deverá escalar o Inter com: Daniel; Bruno, Emerson Santos, Roberto e Uendel; Rodrigo Lindoso, Sarrafiore, Nonato, D'Alessandro e Neilton; Pedro Lucas.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo