Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Projeto de lei pretende mudar nome do Estádio Rei Pelé para Rainha Marta

(Foto: Vlademir Alexandre / AllSports) - Projeto pretende mudar nome do Estádio Rei Pelé para Rainha Marta
(Foto: Vlademir Alexandre / AllSports)

Um projeto de lei apresentado pelo deputado estadual Antônio Albuquerque (PTB-AL) pretende mudar o nome do Estádio Rei Pelé para Rainha Marta. O estádio fica em Maceió, foi construído em 1968 e inaugurado em 1970. Em 2008 um outro projeto semelhante foi apresentado.

No projeto, a justificativa para a mudança é: “A relevância de Pelé para o esporte brasileiro e mundial é indiscutível. Conquanto mereça todos os enaltecimentos por conta de sua grandiosa carreira no futebol, a escolha de seu nome para designar o estádio inaugurado aqui em Alagoas provavelmente decorreu em razão do êxtase da conquista da copa do mundo de 1970, descuidando, porém, da absoluta ausência de laços entre aquele homenageado com o Estado e com o futebol alagoano, fatos incontestáveis e que devem ser ponderados.”

Pela torcida o estádio é mais conhecido como o “Trapichão”.

No projeto o deputado também cita que “somente Marta tem a importância local por seus laços e sua identidade com o Estado, com o povo e com o futebol alagoano, o que a credencia ter a aclamação de seu nome (com o seu legítimo título de realeza), para designar o maior palco do futebol no Estado de Alagoas”.

Os jogos de CRB e CSA (time da Marta) são disputados no estádio.

Carreira

Natural de Dois Riachos, Marta joga pelo Orlando Pride, dos Estados Unidos. Além de ser a maior artilheira da história das copas de futebol feminino, com 15 gols, ela também é a maior artilheira da seleção brasileira, com 101. A jogadora também foi eleita seis vezes a melhor jogadora do mundo.

Marta já atuou no Vasco da Gama e Santos, no Brasil, no Los Angeles Dol, FC Gold Pride, New York Flash e Orlando Pride, nos EUA, e Tyresö FF e Rosengard, na Suécia. Títulos ela conquistou uma Champions League, uma Libertadores, três Copa América, dois Pan-Americanos, três Torneio Internacional, uma Copa do Brasil, sete Liga Sueca, uma Taça da Suécia, uma Supertaça da Suécia e duas Liga Americana (WPS).

Colaboração Patricia Zeni

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo