Rafael Moura cobra pagamentos de John Textor por dívidas do Botafogo

O centroavante Rafael Moura cobrou de John Textor, dono de 90% da SAF do Botafogo, pagamentos de dívidas referentes a todo o FGTS de 2021 e ao direito de imagem de outubro, novembro e dezembro do mesmo ano. O atleta utilizou as redes sociais nesta quarta-feira (29) para se posicionar, inclusive com citações aos dirigentes Durcesio Mello e Jorge Braga.

“O Botafogo ficou devendo o FGTS de todo ano e os 3 últimos direitos de imagem dos atletas que não permaneceram para 2022. Após 7 meses de tratativas e conversas amigáveis com Durcesio Mello e Jorge Braga, nada foi resolvido!”, escreveu o atacante, que atuou pelo Fogão entre junho e dezembro de 2021, na campanha do título da Série B.

Com vários reforços contratados após a compra da SAF por Textor, Rafael Moura ironizou as novas investidas do clube ao mercado, para a janela de transferências que se abre em 18 de julho. “John Textor e demais diretores que falam em cifras milionárias a cada entrevista, vamos resolver a situação do ano passado antes de novas contratações para o 2º semestre?”, disse Moura. 

Pelo Botafogo, o atacante participou de 31 partidas e marcou um gol. Seu vínculo não foi estendido para a temporada de 2022. 

Informações do SBT Sports.