Rebaixamento do Brasileirão Feminino está definido

Estão definidos os quatro times rebaixados no Brasileirão Feminino. Ao fim da 14ª rodada, São José e Esmac não têm mais chances de evitar o descenso e se juntam a Cresspom e Red Bull Bragantino na queda para o Brasileirão Feminino Binance A-2 em 2023.

O primeiro a confirmar o rebaixamento na 14ª rodada foi o São José. Jogando em casa, a Águia do Vale foi superada por 3 a 1 pelo Grêmio e se manteve com nove pontos. O resultado fez com que o Cruzeiro, primeiro time fora de zona de rebaixamento, ficasse inalcançável para o time do Vale do Paraíba, que disputará o Feminino A-2 na próxima temporada.

A cinco pontos de distância do Cruzeiro, o Esmac precisaria vencer os dois jogos para ter chance de evitar o rebaixamento. Mas não conseguiu passar nem perto disso. Fora de casa, a equipe paraense foi goleada pelo Corinthians por 4 a 0 e confirmou matematicamente sua queda.

Cresspom e Red Bull Bragantino também perderam na rodada, para Real Brasília e Flamengo, respectivamente. Mas o resultado já não importava mais, visto que os dois times haviam sido rebaixados antes mesmo dos jogos desta quarta-feira.

Brasileirão Feminino


Rebaixamento: São José, Esmac, Cresspom e Red Bull Bragantino

*disputarão o Brasileirão Feminino A-2 em 2023.

Informações da CBF.