Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Santos, Fluminense e Botafogo lamentam morte de Carlos Alberto Torres

- Santos, Fluminense e Botafogo lamentam morte de Carlos Alberto Torres

A morte do capitão do Tri, Carlos Alberto Torres, vitimado por um enfarte fulminante na manhã desta terça-feira, foi lamentada por clubes pelo qual passou e fez história. Todos o apontam como um dos maiores laterais-direitos de todos os tempos.

Presidente do Fluminense, clube que lançou o jogador, Peter Siemsen lembrou do passado de Carlos Alberto Torres nas Laranjeiras. "Formado nas categorias de base do Fluminense, o Capitão tinha sangue tricolor. Participou de um dos grandes momentos da história do clube", escreveu o dirigente, no Facebook. "(Estou) Muito triste com a perda do nosso grande capitão Carlos Alberto Torres, um dos maiores laterais da história do futebol mundial."

O Santos lamentou a morte do seu "melhor lateral direito da história". Carlos Alberto Torres conquistou dez títulos com a camisa do clube paulista. "Ele jogou 445 partidas e marcou 40 gols, no período de 1965 a 1975, e é considerado o melhor lateral-direito da história do Alvinegro Praiano", cita nota divulgada pelo clube, que decretou luto oficial de três dias.

O Botafogo, clube pelo qual teve passagem rápida em 1971 como jogador e no foi campeão da extinta Taça Conmebol, em 1993, também anunciou luto oficial e bandeira a meio mastro em sua sede de General Severiano.

"Capita, como conhecido carinhosamente, marcou o seu nome na história do clube. Integra o Time do Século XX do Botafogo, sendo conhecido pelo potente chute de pé direito", lembrou o alvinegro carioca, em nota. "O clube manifesta sua solidariedade aos amigos e familiares do Capita, este ídolo e símbolo alvinegro que nos deixa."