Seleção Sub-17 vence PSTC em jogo-treino realizado na Granja Comary

A Seleção Brasileira Sub-17 venceu o PSTC-PR por 6 a 2 em jogo-treino realizado na manhã deste domingo (13), na Granja Comary. Os gols do Brasil foram marcados por João Victor, William Gomes, Nicolas (2x), Bernardo Valim e Allex. Adrian César marcou os dois gols dos paranaenses. Este foi o primeiro dos dois amistosos agendados para a Seleção Sub-17 nesta etapa de preparação, que começou no último dia 6. O reencontro entre as duas equipes será nesta próxima terça-feira (15), às 10h.

A atividade foi dividida em três tempos de 30 minutos, e o técnico brasileiro Phelipe Leal pode mexer à vontade na equipe no decorrer do trabalho. Os primeiros trinta minutos do Brasil não foram bons. O PSTC iniciou fazendo uma marcação alta e com muita vontade de pressionar a Seleção Sub-17. Aos poucos, a equipe brasileira foi deixando a ansiedade inicial de lado e se soltando no jogo. Aos 6 minutos, em boa jogada pela esquerda, Pedrinho cruza para Rayan, que finaliza por cima. 

O Brasil abriu o placar aos 12 minutos após uma falha do goleiro da equipe paranaense. Na saída errada, João Victor recebeu a bola no pé e só precisou colocar para o gol. Ainda assim, o duelo permaneceu equilibrado. Na melhor chance do Brasil, João Henrique soltou a bomba na trave. Em seguida, o time perdeu intensidade força de marcação. O PSTC aproveitou. Aos 26, Adrian empatou a partida em jogada de velocidade em contra-ataque após erro de passe no campo ofensivo. 

A equipe paranaense apostou na velocidade. Já no último minuto do primeiro tempo, em bola lançada para a área brasileira, Adrian marca o gol da virada do PSTC. 

Phelipe Leal mexe no time para a segunda etapa. Entram William Gomes, Nicolas e o goleiro César. As trocas e os acertos táticos feitos no intervalo surtiram efeito, e o Brasil voltou bem melhor. Já aos 5 minutos, Pedrinho fez bela jogada , driblou dois adversários e chutou forte. Goleiro fez boa defesa. Aos 10 minutos começa a reação brasileira. William Gomes, que acabara de entrar, recebe bola na área, de costas, domina, faz o giro, dribla e chuta sem chances para o goleiro. É o empate do Brasil.  

Já dominando mais as ações defensivas e ofensivas, a Seleção Sub-17 chegou ao gol de virada com Nicolas. O jogador do Juventude marcou também o quarto gol brasileiro. Rayan arrastou a defesa pela esquerda e cruzou na medida para o camisa 20: 4 a 2 para o Brasil. 

O técnico brasileiro aproveitou e fez mudanças em atacado. Entraram Fábio, Bernardo Valim, Gustavo, Fellipe Jack, William Silva, Inácio e Fabiano. O Brasil seguiu controlando o jogo e criando situações de ataque. Willian Gomes, que marcou o gol de empate, sentiu um desconforto e foi substituido por Lorran. O atacante do Flamengo entreou muito bem pelo lado direito de ataque. Com muita velocidade, sofreu um pênalto logo em seus primeiros minutos em campo. Bernardo Valim deslocou o goleiro e marcou o quinto gol. 

O terceiro tempo também foi todo do Brasil. Phelipe Leal lançou Allex e o goleiro Phillipe Gabriel. Allex também entrou muito bem na partida, mantendo a intesidade e participando ativamente das ações de ataque. Em um desses lances, conseguiu um bom chute de fora da área. Log em seguida, o camisa 24 foi premiado com gol. Ele pegou o rebote do goleiro, ajeitou o corpo e bateu no cantinho para garantir o sexto gol do Brasil. 

O Brasil seguiu criando e manteve solidez na defesa. Bernardo Valim arristou chutes de fora da área, enquanto o atacante Lorran seguiu dando trabalho do lado direito. O PSTC conseguiu um chute na trave. E foi só. 

No primeiro teste de Phelipe Leal sob comando da Seleção Brasileira Sub-17, o Brasil venceu por 6 a 2. É a preparação da equipe para Torneio de Montaigu no mês de abril e para o Torneio Conmebol Sul-Americano em 2023. 

Escalações iniciais:

Seleção Brasileira Sub-17: Marcelo Souza, Víctor Gabriel, Eduardho Keder, João Paulo e João Henrique; Vitor Figueiredo, Luiz Gustavo e João Victor, Felipe Lima, Pedrinho e Rayan. 

PSTC: Fernando, Kauã, Lucas Cordeiro, Matheus Henrique e Adryan; Adriel, Mateus, Fellipe e Ruan; Alexsandro e Marcio Vinicius. 

Informações da CBF