Sem jogadores inscritos, Rio Branco não entra em campo na estreia do Paranaense

O Campeonato Paranaense já tem sua primeira polêmica antes mesmo da bola começar a rolar nos gramados de todo o Estado. O Rio Branco de Paranaguá não conseguiu inscrever seus atletas a tempo da primeira partida e pode sofrer um WO. A equipe entraria em campo contra o FC Cascavel, às 19 horas, na casa do adversário.

A delegação da equipe de Paranaguá estava em Cascavel desde quinta-feira (20) se preparando para a partida de estreia e embarcou de volta para o litoral paranaense na manhã deste sábado.

O vexame só não ficará completo se a diretoria do FC Cascavel topar fazer um acordo para remarcar a partida deste sábado para uma nova data, quando a situação dos jogadores do Rio Branco já estará normalizada. Até a publicação desta matéria, a Federação Paranaense de Futebol não tinha se manifestado sobre o caso.

O diretor de futebol do Leão da Estradinha, Rodrigo Fernando, emitiu uma nota lamentando o ocorrido e se desculpando com a torcida e também com o adversário desta tarde.

Estamos profundamente tristes porque deslealmente fomos derrotados sem poder jogar. Particularmente estou vivendo um pesadelo, sem dúvidas o dia mais triste da minha vida no futebol. Nossos torcedores, atletas, comissão tecnica e colaboradores não merecem passar por isso, pelo tanto que trabalham no dia a dia no clube, por aquilo que são como pessoas e pelo respeito que cada um tem pela instituição. A vocês profissionais de imprensa, afirmo que, em hipótese alguma, eu quis ocultar alguma informação de vocês; quem me conhece sabe como eu sou e sabe também da verdade que existe em mim, do profundo respeito e carinho que tenho por todos vocês, o tempo mostrará isso. Reconheço o tanto que vocês trabalham, dignamente, – em um momento tão difícil que o país vive -, para levarem informações do clube ao nosso querido torcedor.

Por favor nos desculpem!

Manifesto o meu apoio incondicional ao presidente Brayan Roque que foi enganado e traído por um escritório terceirizado, escritório esse que irresponsavelmente nos fez acreditar até o último minuto do prazo de inscrição; criando em nós a certeza de que tudo daria certo, depois covardemente desapareceu sem nos dar qualquer tipo de explicação. Pedimos desculpas também ao FC Cascavel e seus torcedores, o que mais queríamos era poder trabalhar na noite de hoje e dar vida a um espetáculo chamado: jogo de futebol. Resta-nos enfrentar esse momento difícil, superar essa dor e levantar a cabeça. Já assumimos um compromisso entre todos nós e vamos dar a volta por cima para honrar a centenária camisa do Rio Branco Sport Club.