Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Venezuela faz 5 na Bolívia, vence a primeira nas Eliminatórias e deixa a lanterna

(Foto: Divulgação)  - Venezuela faz 5 na Bolívia e vence a primeira nas Eliminatórias
(Foto: Divulgação)

A Venezuela não tomou conhecimento da Bolívia nesta quinta-feira, goleou por 5 a 0, deixou a lanterna nas mãos do adversário e venceu a primeira nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. No gramado em péssimo estado do Estádio Monumental de Maturín, a equipe contou com noite inspirada de Josef Martínez, autor de três gols, para passear.

O resultado levou a Venezuela a cinco pontos, subindo para a nona posição e deixando a última colocação com a Bolívia, que tem apenas quatro depois de ser punida pela escalação irregular de um jogador. Na terça-feira, os bolivianos tentarão a recuperação diante do Paraguai em La Paz. Já os venezuelanos viajam para encarar o Equador.

Disposta a deixar a lanterna da tabela, a Venezuela entrou em campo de forma bastante ofensiva, atacou a Bolívia e não demorou para marcar o primeiro gol. Aos dois minutos, Murillo foi lançado pela direita, o goleiro Lampe saiu de forma bizarra e foi encoberto. A zaga ainda conseguiu afastar, mas Kouffati apareceu para tocar de cabeça e abrir o placar.

O gol não mudou o panorama da partida, a Venezuela seguiu em cima e marcou o segundo somente sete minutos depois. O meia Rómulo Otero, do Atlético-MG, cobrou escanteio pela esquerda, Josef Martínez se antecipou à zaga e desviou de cabeça para a rede.

Só então o jogo caiu de nível e as duas equipes mostraram por que são as piores das Eliminatórias. Sem grande inspiração, a Venezuela ainda assustou de novo em chute de Alexander González no primeiro tempo. Na etapa final, os donos da casa voltaram a atacar e arrancaram para a goleada.

Aos 21 minutos, Josef Martínez aproveitou rebote do goleiro e finalizou para a rede. O atacante do Torino estava impossível e ainda marcaria mais um aos 25, após assistência de Zambrano. Ainda haveria tempo para o gol de Otero. Aos 39, ele aproveitou grande jogada de Murillo para fechar o placar.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo