Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Victor salva, Atlético-MG marca no fim e bate o Inter por 2 a 1 na primeira semi

Victor salva, Atlético-MG marca no fim e bate o Inter por 2 a 1

O grande destaque da partida entre Internacional e Atlético Mineiro, nesta quarta-feira, foi o goleiro Victor. Com grandes defesas do arqueiro, e gols no começo e no fim do jogo, o confronto de ida das semifinais da Copa do Brasil, disputada no estádio Beira-Rio, em uma chuvosa Porto Alegre, terminou com a vitória atleticana por 2 a 1.

A decisão da vaga na final será na quarta que vem, às 21h45, desta vez no estádio Independência, em Belo Horizonte. O Atlético leva a vantagem de poder perder por 1 a 0. O Internacional só passa direto se vencer por dois ou mais gols de diferença ou por um desde que seja 3 a 2, 4 a 3 e assim por diante. Um novo 2 a 1, para os gaúchos, levará a disputa para os pênaltis.

Antes da segunda semifinal da Copa do Brasil, os times voltam as atenções para o Campeonato Brasileiro. Neste sábado, pela 33.ª rodada, fazem partidas decisivas para suas pretensões. O Internacional, na luta contra o rebaixamento, recebe o lanterna Santa Cruz, às 18h30, em Porto Alegre. Já o Atlético, na busca ainda pelo título, faz confronto direto contra o Flamengo, às 16h30, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Em campo, o Atlético resolveu mostrar sua cara logo no início. Aos 2 minutos, em jogada confusa pela direita com Lucas Pratto, Otero recebeu livre na área e tocou rasteiro para abrir o placar no estádio Beira-Rio. A partir daí, praticamente só deu Internacional. Com raça e rapidez no ataque, o time gaúcho teve muitas oportunidades, mas o empate não saiu graças às defesas de Victor.

O gol do Internacional só foi acontecer no segundo tempo. Aos 23 minutos, o volante Anderson dominou a bola em jogada contra Fábio Santos e recebeu um chute do lateral-esquerdo atleticano. Pênalti marcado e gol de William. Justamente os dois jogadores que brigaram há cerca de 10 dias em um treinamento colorado.

O empate deu ainda mais ânimo aos gaúchos, que continuaram pressionando o Atlético. Sem muita preocupação com a defesa, o Internacional viu Victor salvar o visitante com belas defesas e foi castigado em um contra-ataque aos 44 minutos. O equatoriano Cazares dominou no meio de campo, avançou até a entrada da área e tocou na direita para Luan. O atacante, inteligente, rolou rasteiro para o outro lado da área e encontrou Lucas Pratto sozinho. O argentino dominou e tocou para o gol vazio, decretando a vitória atleticana.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 x 2 ATLÉTICO-MG

INTERNACIONAL - Danilo Fernandes; Fabinho (Valdívia), Alan Costa, Paulão e Geferson; Rodrigo Dourado, Eduardo Henrique, William, Anderson (Vitinho) e Alex (Eduardo Sasha); Aylon. Técnico: Celso Roth.

ATLÉTICO-MG - Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca (Lucas Cândido), Leandro Donizete e Junior Urso; Otero (Luan), Robinho (Cazares) e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS - Otero, aos 2 minutos do primeiro tempo; William (pênalti), aos 24, e Lucas Pratto, aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafael Carioca e Leandro Donizete (Atlético-MG).

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (PE).

RENDA - R$ 394.340,00.

PÚBLICO - 27.233 pagantes (30.118 no total).

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).