Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Volante que só atuou em 7 jogos nos últimos 3 anos será dispensado

Após quatro anos, sendo os últimos três jogando apenas duas vezes, o volante Sandro Silva, enfim, se despedirá do Vasco.

Sem espaço, o jogador foi repassado a outros clubes, mas entrar em campo, de fato, foi algo raro.

De acordo com os dados do site "ogol", Sandro atuou uma vez no Oeste nesta temporada, quatro vezes no Bragantino ano passado, além das duas pelo Vasco também em 2015, quando falhou de forma feia no clássico com o Flamengo pelo torneio Super Series e mais uma vez entrou na lista de relegados do clube.

Somente em 2016, quando mais uma vez não defendeu o Vasco, Sandro Silva custou aos cofres do clube cerca de R$ 2 milhões referente a salários. Isso porque, após assumir a presidência, Eurico Miranda ainda conseguiu um acordo com o jogador para reduzir seu vencimento pela metade, uma vez que ele ultrapassava o teto salarial estipulado pela atual diretoria. Em contrapartida, o time cruzmaltino teve de renovar o contrato do atleta.

Nas andanças de Sandro Silva pelo futebol brasileiro ainda com contrato em vigor com o Vasco, o volante ainda chegou a acertar com o Boa Esporte, em 2014, mas desfez o negócio após ser apresentado e sequer jogou.

Praticamente sem exercer sua profissão, Sandro, que foi contratado na gestão Roberto Dinamite, dedicou parte do seu tempo aos treinos de boxe e jiu-jitsu, um de seus hobbies.

Além de Sandro Silva, o Vasco já avisou que não renovará com Fellype Gabriel (meia), Aislan (zagueiro), William (volante), William Barbio (atacante) e Renato Kayzer (atacante). Outros quatros atletas serão negociados.