Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Cancelamento dos JAPs pode ter sido bom, diz técnico do Caramuru

(Foto: Divulgação) - Cancelamento dos JAPs pode ter sido bom, diz técnico do Caramuru
(Foto: Divulgação)

A Secretaria do Esporte e do Turismo do Paraná divulgou nesta quarta-feira (19), em nota, o cancelamento da etapa final dos Jogos Abertos do Paraná em Guarapuava, que estavam programados para iniciar na sexta-feira (21) e se estender até o dia 29 de outubro.

Segundo informações da Secretaria, o cancelamento ocorreu devido à ocupação das escolas públicas no município, que inviabiliza o alojamento para os mais de 4 mil atletas que disputariam a competição.

Esta seria a terceira vez que Guarapuava sediaria a fase final dos Jogos Abertos do Paraná (JAPs). A 59ª edição dos JAPs, Divisão A, reuniria 395 equipes de 63 municípios.

Rogério Pruencio, Soneca, técnico do Caramuru Futsal, acredita que o cancelamento dos JAPs pode ter sido positivo – principalmente para a preservação física dos atletas. A equipe castrense precisa vencer pelo menos dois jogos da Chave Ouro para se classificar para a fase decisiva do Campeonato Paranaense. “Com a saída de alguns jogadores, o grupo ficou reduzido e, como íamos com o intuito de trazer o título para Castro, correríamos o risco de perder algum jogador por lesão, ou gerar um desgaste excessivo”, comentou.

Os jogadores que se desligaram da equipe são os alas Ricardo e Maikinho e o fixo Léo Rummenigge. Maikinho e Léo foram atuar no futsal do Cazaquistão, já Ricardo se desligou do time por questões particulares.

Colaboração Assessoria de Imprensa.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo