Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Marreco e Keima fazem o primeiro jogo das semifinais em Beltrão

(Foto: Divulgação) - Marreco e Keima fazem o primeiro jogo das semifinais em Beltrão
(Foto: Divulgação)

Restam apenas quatro equipes na disputa pelo título da Chave Ouro do Paranaense 2016, com dois postulantes entrando em quadra amanhã. A partir das 20h30 de sábado (26), o Keima Futsal/AFP enfrenta o Marreco Futsal, fora de casa, na cidade de Francisco Beltrão, pelo jogo de ida das semifinais do torneio. Na primeira fase, duas vitórias para o rubro-negro em dois jogos pelo campeonato.

O técnico do Keima Futsal, Eduardo Baiano, possui todo o elenco à disposição. Por isso mesmo, os 18 atletas viajaram até Beltrão, palco da partida semifinal. O treinador ainda não definiu os relacionados para a partida, isso por conta de duas dúvidas. O pivô Vilela sofreu uma pancada no tornozelo durante os treinos da semana e ainda não está confirmado. Já o goleiro Di Fanti, que não treinou ontem por problemas de saúde, será avaliado até o horário da partida.

Seis atletas também estão pendurados com dois cartões amarelos na equipe de Ponta Grossa. Di Fanti e o ala Richard levaram o segundo amarelo na vitória contra o Cascavel e se juntam a Farinha, Ian, Érverson e Vilela. Pelo lado do Marreco Futsal, Banana volta de suspensão. Além dele, o time da casa contará com a volta de Jardel, já recuperado de lesão.

Na primeira fase do Paranaense, o rubro-negro levou a melhor nos dois confrontos. Pela quarta rodada do primeiro turno, o Keima foi até Beltrão e arrancou um excelente resultado. Farinha, Richard e Fits ajudaram a construir o placar de 3 a 2. Já pelo returno, mais um duelo equilibrado. E foi exatamente nesta partida que o time de Ponta Grossa começou a série invicta em casa no campeonato. Ian, Chico Paulista, Richard e Edu, vice artilheiro do time na temporada, marcaram para o rubro-negro, alcançando o 4 a 3.

De acordo com o comandante do Keima Futsal/AFP, Baiano, a partida seguirá na linha de jogos difíceis, ainda mais na casa do adversário. "A preparação não foi a ideal por conta das microlesões, mas foi a contento para fazermos uma grande partida lá. Sabemos das dificuldades que é enfrentar o Marreco em Beltrão, já que sua torcida joga junto, mas a equipe tá preparada, a gente já vem de cinco ou seis jogos difíceis e agora não será diferente", disse.

Colaboração Assessoria de Imprensa.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo