Hernán Crespo deixa o comando do São Paulo

O argentino Hernán Crespo não é mais o técnico do São Paulo. O Tricolor anunciou nesta quarta-feira (13) a saída “em comum acordo” do comandante, que deixa o clube em um momento desconfortável no Campeonato Brasileiro. Crespo foi campeão do Campeonato Paulista em maio, encerrando um jejum do clube de nove anos sem títulos.

O técnico argentino deixa o clube sem conseguir um desempenho positivo no Campeonato Brasileiro. O São Paulo está atualmente na 13ª colocação, com 30 pontos somados. A equipe tem três pontos acima do Bahia, o primeiro time dentro do Z4. O São Paulo tem aproveitamento de 40% no Brasileirão.

Em oito meses no clube, Crespo esteve à frente da equipe em 53 partidas. Foram 24 vitórias, 19 empates e 10 derrotas, com um aproveitamento de 57,23% dos pontos. O time ainda foi comandado em outros quatro jogos pelo auxiliar Juan Branda, quando o treinador argentino se recuperava do coronavírus.

Além de Crespo, deixam o São Paulo o auxiliar Juan Branda, os preparadores físicos Alejandro Kohan e Gustavo Sato o preparador de goleiros Gustavo Nepote e o analista de desempenho Tobías Kohan (analista de desempenho), que chegaram ao Tricolor junto do treinador.

Informações do SBT Sports.