Juventus será expulsa da Serie A se permanecer na Superliga, diz presidente da federação

MILÃO (Reuters) – A Juventus será expulsa da próxima edição do Campeonato Italiano se decidir permanecer na Superliga Europeia, disse o presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC), Gabriele Gravina, nesta segunda-feira.

“Se a Juventus não respeitar as regras, estará fora. No momento de inscrição para a próxima temporada da Serie A, o clube será excluído se não decidir se retirar da Superliga”, disse Gravina, de acordo com a agência de notícias italiana Ansa.

Uma Superliga Europeia dissidente e formada por 12 clubes foi anunciada no mês passado, ma veio abaixo 48 horas depois. Real Madrid, Barcelona e Juventus são os únicos clubes ainda envolvidos no projeto.

(Reportagem de Cristina Carlevaro)