Brasil crava sua melhor campanha na história dos Campeonatos Mundiais de Boxe Feminino

O Boxe Feminino do Brasil conquistou  nesta segunda-feira duas vagas nas semifinais do Campeonato Mundial. Isso significa duas medalhas já que no Boxe não há disputa pelo terceiro lugar.

O feito é inédito na história do Boxe brasileiro. É a primeira vez que conquistamos duas medalhas em uma mesma edição de Campeonato Mundial Feminino. É de longe a melhor campanha do Boxe Feminino do Brasil em Mundiais.

A primeira das duas brasileiras que ajudou a escrever esta nova página na história do esporte brasileiro foi Caroline de Almeida (52kg), que enfrentou a irlandesa Carly Naul. Com uma excelente movimentação e encaixando excelentes contragolpes, Caroline venceu sem deixar dúvidas por unanimidade.

Pelas semifinais de quarta-feira, Caroline vai enfrentar a indiana Zareen Nikhat, valendo vaga na final. A luta acontece na sessão que se inicia às 8h da manhã do horário de Brasília.

Beatriz Ferreira (60kg) teve uma luta complicada nesta segunda-feira contra a sérvia Natália Sadrina. O talento da brasileira se sobressaiu às tentativas desesperadas de Sadrina tentar abafar os duros golpes de Bia. Com maestria, Beatriz Ferreira venceu por unanimidade e garantiu presença nas semifinais do Mundial Feminino.

Valendo vaga na final, Bia encara a talentosa italiana Alessia Mesiano, também na quarta-feira, na sessão que se inicia ao meio-dia do horário brasileiro.

As semifinais poderão ser acompanhadas, ao vivo, gratuitamente pelo Canal Olímpico do Brasil.

Jucielen Cerqueira (57kg) fez grande luta mas acabou não vencendo You-Ting Lin, de Taiwan. Após duas grandes vitórias contra as representantes de Quênia e Colômbia, Jucielen encerrou sua participação na fase de quartas de final do Mundial.

Com quatro representantes no Mundial Feminino, o Brasil mostra mais uma vez que é uma potência do Boxe Mundial com duas representantes nas semifinais deste evento que reuniu nada menos do que as melhores 310 atletas de 72 países.

Informações da CBBoxe.