Fight Music Show tem vitória arrasadora de Popó em duelo de lendas na Arena da Baixada

Uma noite de gala unindo o esporte ao entretenimento: assim foi a segunda edição do Fight Music Show realizada neste domingo (25), em Curitiba, na Arena da Baixada. Após uma intensa troca de provocações, Popó e Pelé Landy ficaram frente a frente no embate principal do FMS 2. De maneira inapelável, o boxeador baiano nocauteou o precursor do vale-tudo curitibano ainda no 1º round e levou milhares de fãs à loucura.

Também no movimentado card, Cris Cyborg estreou com vitória em grande luta contra Simone Silva e Dynho Alves chocou a internet ao nocautear Christian Figueiredo de forma devastadora no duelo de influenciadores. Definitivamente, um show para cerca de 7 mil pessoas no estádio do Athletico Paranaense.

“Mostramos que o FMS veio para ficar em mais uma edição de sucesso, dessa vez em um dos estádios mais modernos do país, com uma grande estrutura para milhares de fãs. Provamos que dá para fazer um evento de entretenimento desse porte aqui no Brasil, não só fora do país. Além das grandes lutas, foi um espetáculo para toda a família!”, exaltou Mamá Brito, CEO do Fight Music Show

Duelo de lendas consagra Popó

O entrevero na pesagem de sábado (24) já dava o tom de que a luta principal não seria propriamente de exibição. Com “sangue nos olhos”, Popó foi agressivo desde o primeiro momento do duelo e mostrou que o poder de nocaute está em dia, não dando chances para Pelé Landy com apenas 1 minuto e 25 segundos do 1º round. Uma vitória como nos tempos áureos, bem característica do pugilista que encantou o mundo.

Após ter o braço levantado, a lenda do boxe desabafou: “Tenho quatro títulos mundiais, fiz 10 defesas de cinturão e já passei por muitas provocações, mas quando mexem com o ego nosso, da minha família, da minha mãe, aí mexeu com meu coração. Esse nocaute foi pela honra da minha família e um presente pelos meus 47 anos, que completei nesta semana”, declarou Popó ainda no ringue.

Dynho vence Figueiredo e desafia Whindersson

Valendo o cinturão dos influenciadores, o duelo repleto de expectativa entre Dynho Alves e Christian Figueiredo terminou de forma surpreendente. O dançarino impôs um nocaute avassalador ao youtuber em uma bonita sequência de jab e direto, levando o oponente à lona. A cena foi tão impactante que repercutiu intensamente nas redes e foi parar no topo dos trending topics do Twitter. Após o final da luta, os dois se abraçaram respeitosamente e deram um belo exemplo de como deve ser o esporte. E ainda teve tempo para Dynho, cheio de moral, desafiar Whindersson Nunes: “Eu te admiro muito, mas eu estou lançando o desafio aqui pra você. O cinturão tá comigo, Whindersson, vem buscar! Eu te espero no FMS 3!”, provocou.

Card com estreia de Cyborg e nocautes plásticos

Em uma luta muito técnica, Cris Cyborg mostrou toda a sua categoria contra a experiente Simone Silva e levou a melhor na decisão dos juízes após oito rounds de trocação intensa. Foi a estreia da multicampeã de MMA no boxe e, com certeza, o primeiro de muitos capítulos da curitibana nos ringues. O card também teve como destaques Felipe Sertanejo derrotando Miltinho Vieira no tira-teima entre os dois, Chico Salgado brilhando diante de Sergio Bertoluci e Edivan Pé de Sapo como protagonista do nocaute mais plástico da noite, entre outros momentos marcantes na Arena.

Foto: Divulgação

Todo o show foi comandado pelo humorista Tirullipa, que novamente brilhou na figura já popular do “Bruce Lipa” (personagem em alusão a Bruce Buffer, announcer do UFC). Para fechar com chave de ouro, Wesley Safadão finalizou o espetáculo com seus sucessos e embalou o público curitibano. Sem dúvidas, o esporte foi valorizado de forma única junto ao entretenimento em uma noite inesquecível. Prova disso é que, mais uma vez, o FMS figurou entre os assuntos mais falados nas redes sociais.

“É uma sensação de dever cumprido, de esforço recompensado. Tenham certeza que a próxima edição será ainda melhor, pois a nossa obsessão é oferecer uma experiência diferenciada para os fãs. Podem esperar boas novidades em breve!”, concluiu Mamá Brito.

RESULTADOS OFICIAIS:

CARD PRINCIPAL (BOXE)
Acelino Popó Freitas venceu Pelé Landy por nocaute (1º round)
Cris Cyborg venceu Simone Silva por decisão
Dynho Alves venceu Christian Figueiredo por nocaute (3º round)
Felipe Sertanejo venceu Miltinho Vieira por decisão
Chico Salgado venceu Sergio Bertoluci por nocaute (4º round)

CARD PRELIMINAR (MMA)
Diego Dias venceu John Allan por decisão
Luan Miau venceu William Patolino por nocaute (1º round)
Willian Malvadeza venceu Jackson Tortoro por decisão
Edivan Pé de Sapo venceu Alisson Vicente por nocaute (2º round)
Thor Silva venceu Gabriel Bonfim por nocaute (1º round)

Informações da assessoria de imprensa