Max Fight 24 se destaca por bons combates e presença de público

Foram 12 lutas empolgantes sendo duas elas encerradas por nocaute e três por finalização. Destaque para os piauiense Fabrício Negrão (Ribas Family) que conquistou o cinturão do peso leve até 70 quilos com uma vitória por finalização ainda no primeiro round diante do colombiano Carlos Martinez (Evolução Thai).
Outro que faturou o cinturão, foi Rodrigo Cavalheiro (Thai Brasil) que venceu Kevem Felipe (Team Rex) por decisão unanime dos árbitros no peso meio-médio, até 77 quilos.
Já Mário Souza (Cães do Ringue) manteve o cinturão sem precisar subir no ringue porque o adversário Marcus Del Vigna passou mal após perder 9 quilos em dois dias e foi internado no hospital.

Nocautes

O nocaute mais bonito da noite também foi no peso leve, proporcionado por Vitor Moraes (Herman) que com um chute no rosto de Jean Carlos (Team Bronxs) com apenas 33 segundos de combate. O outro nocaute do Max Fight 24 foi de Wallace Angolano Lopes (BS Team) aos 58 segundos do segundo round diante de Rangel dos Santos Rebelato (Gile Ribeiro) no peso Galo, até 61 quilos.
Outro destaque foi Loibe Neto (Evolução Thai) que mesmo com um adversário de um peso acima, João (American Top Team), venceu por finalização aos 4:23 do primeiro Round.


E para quem aguardava a estreia de Thor Silva no evento, o filho do lendário Wanderley Silva não decepcionou e venceu Gabriel Ferreira por decisão unânime após três assaltos de 2 minutos na modalidade k1.
Idealizador do Max Fight, Ricardo Saldanha, aprovou o evento de São José dos Pinhais. “Acredito que a edição manteve a tradição de grandes lutas, disputadas e justas, além de grandes nocautes e finalizações”.
Diretor da Action Eventos, Fernando Nunes, destacou também a vitória no peso leve de Juliano Prescendo (STRIKER’S HOUSE) diante de Thiago Lima (Team Nikolai) por decisão unânime. “Era uma luta muito aguardada e foi muito disputada. Esse duelo tem chances de, em breve, chegar ao UFC.


Nunes aproveitou para agradecer o staff e a prefeitura de São José dos Pinhais que tornaram a organização do evento possível e aos patrocinadores. “Agradeço a todos e principalmente aos atletas que são as verdadeiras estrelas do evento. Muito obrigado e até a próxima”.

Acompanhe todos os resultados:

1- 61kg – GALO: Robert “Kamikaze” (ABMT) VS Michael (Nenê Herman) – vitória Michael nenê vitória por decisão unânime;


2- 66kg – PENA: Felipe Silva (Killers Been) VS Pedro Doreto (FB MMA) – vitória por finalização Pedro Doreto aos 3:21 do Round 2;


3- 61KG – GALO: Rangel dos Santos Rebelato (Gile Ribeiro) VS Wallace Angolano Lopes (BS Team) – vitória de Wallace por KO aos 58 segundos do Round 2;


4- 66kg – PENA: Loibe Neto (Evolução Thai) VS Joao ATT) – vitória Loibe Neto finalização aos 4:23 do primeiro Round;


5- 77kg – MEIO-MÉDIO: André Dedé (CM System) VS Lucas Paredes (Thai Brasil Floripa) – vitória André Dedé por decisão unânime;


6- 70kg – LEVE: Jean Carlos (Team Bronxs) VS Vitor Moraes (Herman) – vitória Vitor Moraes por ko aos 33 segundos do Round 1;


7- K1 60kg – Thor Silva VS Gabriel Ferreira – vitória Thor Silva por decisão unânime;


8- 57kg – MOSCA: Edilceu Para Raio (CM System) VS David Ruan Nick (Team Gladiadores) – vitória Edilceu por decisão dividida;


9- 52kg – PALHA: Pamela Mara (Inside) VS Andressa Romero (Thai Brasil Floripa) – vitória Andressa romero decisão unânime;


10- 70kg – LEVE: Juliano Prescendo (STRIKER’S HOUSE) – vVS Thiago Lima (Team Nikolai) – vitória de Juliano Precendo por decisão unânime;


11C- 70kg – LEVE: Carlos Martinez (Evolução Thai) VS Fabricio Negão (Ribas Family) – vitória Fabrício Negão por finalização aos 3;55 do primeiro Round;


12C- 77kg – MEIO-MÉDIO: Rodrigo Cavalheiro (VS Kevem Felipe (Team Rex) vitória Rodrigo cavalheiro por decisão unânime;


13C- 84kg – MÉDIO – Mário Sousa (Cães do Ringue) VS Marcos Del Vigna – não aconteceu a luta pois Marcos del Vigna foi internado no dia da luta.