Mayra Aguiar supera chinesa e é tricampeã mundial de judô

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) – A judoca Mayra Aguiar se tornou campeã mundial da categoria até 78 kg pela terceira vez na manhã desta terça-feira (11), em Tashkent, no Uzbequistão. Na final ela venceu a chinesa Zhenzao Ma com um waza-ari que ela conseguiu com menos de 30 segundos de combate.

Esse é o sétimo pódio da gaúcha de 31 anos em Mundiais -foi campeã em 2014 e 2017.

Em seu currículo, Mayra tem três medalhas de bronze em Jogos Olímpicos: Londres-2012, Rio-2016 e Tóquio-2020.

Durante a competição, a brasileira venceu a croata Petrunjela Pavic em sua estreia no Mundial por punições (3-0), nas oitavas desbancou a cazaque Aruna Jangeldina com um ippon, nas quartas ela deu um ippon em Hamada Shori (atual campeão olímpica) e na semi superou a alemã Alina Boehm (campeã europeia) com um waza-ari.

No último sábado (8), o Brasil já tinha conquistado uma medalha de ouro com Rafaela Silva, na categoria até 57 kg. Foi o primeiro Mundial da carioca depois de dois anos de suspensão por doping, entre 2019 e 2021. Na final, ela venceu a japonesa Haruka Funakubo com um waza-ari a 30 segundos do fim.

Medalhas de Mayra Aguiar na história dos Mundiais
Ouro – 2022 Tashkent (Uzbequistão)
Ouro – 2014 Chelyabinsk (Rússia)
Ouro – 2017 Budapeste (Hungria)
Prata – 2010 Tóquio (Japão)
Bronze – 2011 Paris (França)
Bronze – 2013 Rio de Janeiro (Brasil)
Bronze – 2019 Tóquio (Japão)

RAFAEL BUZACARINI É ELIMINADO NO SEGUNDO COMBATE

Outro brasileiro que estreou hoje no Mundial de Judô foi Rafael Buzacarini, na categoria até 100kg. Em sua estreia, ele venceu o cazaque Islam Bosbayev ao forçar a 3ª punição do rival.

No entanto, nas oitavas contra o holandês Michael Koreel (2º colocado do ranking mundial) levou um waza-ari, não conseguiu virar o placar e deixou a competição.