Marcelo cumpre dever eleitoral antes de duelo do Real Madrid com Chelsea

MADRI (Reuters) – Os deveres democráticos tiveram precedência sobre os esportivos para o astro de futebol Marcelo nesta terça-feira, quando o lateral do Real Madrid foi escalado para a equipe que supervisiona uma eleição regional na capital espanhola.

Escolhido pelas autoridades municipais como monitor reserva, Marcelo se apresentou para o trabalho em uma zona eleitoral do subúrbio de La Moraleja logo cedo.

Ele foi dispensado alguns minutos depois, noticiou o jornal Marca, quando o titular da função chegou –o que o liberou para viajar a Londres para a partida de volta da semifinal da Liga dos Campeões contra o Chelsea na quarta-feira.

Nascido no Brasil, Marcelo se tornou cidadão espanhol em 2011. Eleitores adultos são escolhidos aleatoriamente para trabalhar nas zonas eleitorais e remunerados com 65 euros.

O Real pediu que Marcelo fosse dispensado devido ao confronto com o Chelsea, mas seu pedido foi rejeitado.

Ele e o resto do elenco voarão à capital inglesa ainda nesta terça-feira para a partida em Stamford Bridge, na qual tentarão garantir uma vaga na decisão da Liga dos Campeões pela quinta vez em oito anos. Os rivais empataram em 1 x 1 na partida de ida em Madri.

(Por Richard Martin)